PUBLICIDADE
Topo

Eduardo Costa admite ameaça de irmão à ex noiva: "Momento de fúria"

Eduardo Costa - Reprodução/Instagram
Eduardo Costa Imagem: Reprodução/Instagram
Blog do Leo Dias

Notícias exclusivas sobre o mundo das celebridades e os bastidores do show business no Brasil.

Colunista do UOL

07/01/2020 19h29

O cantor Eduardo Costa decidiu voltar atrás sobre o fato de o irmão dele, Weliton Costa, ter enviado um áudio, via Whatsapp, à ex-noiva do sertanejo, Victória Villarim, ameaçando "matar todas as pessoas que estiverem ao lado dela!". Após a repercussão da matéria publicada em primeira mão pela Coluna Leo Dias, Eduardo procurou novamente esse colunista e revelou ter descoberto que, de fato, o irmão havia enviado o áudio ameaçador.

"Eu não sabia que meu irmão tinha mandado um áudio. Eu descobri que ele mandou, sim. Não foi nem ele que me falou porque eu não consegui falar com ele, mas fiquei sabendo que ele mandou sim.", disse o cantor, que, mesmo afirmando que Weliton está arrependido, tentou justificar o ato do irmão como um arroubo num momento de fúria. "Ele já se arrependeu de ter mandado [o áudio]. Foi num momento de raiva, de fúria, num momento de nervosismo em que ele perdeu o controle, porque meu irmão me tem como pai, já que eu cuidei dele desde bebê. Eu sempre criei ele (sic), tanto que ele me toma a benção como pai.", conta Eduardo.

Como a hipótese de o irmão enviar um áudio com ameaças era absurda demais, o sertanejo explicou que chegou a supor que as mensagens tivessem sido enviadas por outra pessoa, já que o telefone de Weliton teria sido clonado. "De fato, eu tinha imaginado que, como o meu telefone havia sido clonado há poucos dias e ele [Weliton] tinha falado que o dele tinha sido clonado, eu imaginei que poderia ser alguma maldade que alguém pudesse estar fazendo com ele. Mas não. Foi ele mesmo que mandou num momento de fúria.", confirmou o cantor.

Mesmo sem dar nomes, Eduardo ainda aproveitou para se desculpar pela atitude do irmão com Victória e o atual namorado dela, Clayton Lemos, da dupla Clayton & Romário, ex-afilhados musicais do sertanejo. "Eu, desde já, peço desculpas para os ofendidos. Não é uma índole da minha família ameaçar ninguém. Não faz parte da índole do meu irmão fazer esse tipo de coisa, nem da minha. Estamos aqui para ser felizes e para acrescentar na vida das pessoas, não para tirar a vida de ninguém.", finalizou o cantor.

O imbróglio envolvendo Eduardo Costa, Victória Villarim e Clayton Lemos começou em outubro, depois que Eduardo descobriu que a ex estava se relacionando afetivamente com Clayton, até então, seu amigo e afilhado musical. Após romper a amizade e a parceria profissional, Eduardo confessou a mágoa pela "traição" de Clayton, que registrou queixa por ameaça contra o sertanejo, a partir dos áudios enviados pelo irmão dele à, então, namorada.

* Com colaboração de Geizon Paulo