PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro e Lula somem de chamada de retrospectiva; revezamento, diz Globo

O ex-presidente Lula aparece numa das chamadas da Retrospectiva 2019 da Globo - Reprodução
O ex-presidente Lula aparece numa das chamadas da Retrospectiva 2019 da Globo Imagem: Reprodução
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

27/12/2019 15h24

A Globo exibe nesta sexta-feira (27) a sua tradicional Retrospectiva, com os fatos mais importantes do ano, apresentados por Glória Maria e Sandra Annenberg. As chamadas para o programa vêm sendo divulgadas desde a semana passada.

Na versão original, de 50 segundos, disponível no Globoplay, a chamada destaca quatro políticos no trecho destinado aos "fatos": o presidente Jair Bolsonaro, o ex-presidente Lula, o boliviano Evo Morales e o americano Donald Trump.

Nas chamadas divulgadas desde ontem, o conteúdo divulgado segue idêntico até chegar neste trecho. Agora aparecem o ex-presidente Michel Temer, o presidente do STF, Dias Toffoli, o americano Donald Trump e Davi Alcolumbre, presidente do Senado.

Segundo a Globo, em resposta a este colunista, trata-se de um revezamento: "São quatro versões de chamada, nas quais as personalidades políticas se revezam. Assim, conseguimos contemplar uma galeria muito mais ampla. Nem todos aparecem em todas as chamadas".

Além de Trump não participar do revezamento, na abertura das duas chamadas que assisti também aparecem os mesmos três políticos: o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, e a ex-primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May.

Chamada com Bolsonaro, Lula e Morales:

Chamada sem Bolsonaro, Lula e Morales:

Mauricio Stycer