PUBLICIDADE
Topo

Após polêmica com Petrix, BBB incluiu tecnologia que permite fazer o VAR

A Globo disse que não foi capaz de chegar a uma conclusão se Petrix prejudicou Pyong na corrida para atender o Big Fone - Reprodução/Globoplay
A Globo disse que não foi capaz de chegar a uma conclusão se Petrix prejudicou Pyong na corrida para atender o Big Fone Imagem: Reprodução/Globoplay
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

17/02/2020 14h58

O cuidado exibido na análise do Big Fone disputado por Priori e Pyong, muito diferente do que ocorreu duas semanas antes no duelo entre Pyong e Petrix, tem uma explicação técnica. A Globo informa que o "BBB" passou por uma "adaptação e atualização" tecnológica, que agora permite, de fato, fazer o VAR (árbitro de vídeo usado no futebol).

A informação da Globo vem em complemento à coluna publicada nesta madrugada em que comparei as duas provas. Na primeira, Petrix "atropelou" Pyong, mas a edição do BBB informou que não foi capaz de concluir se o ginasta, de fato, cometeu "falta" no mágico.

Na segunda, o programa dedicou muito mais tempo e mostrou diferentes ângulos da corrida, inclusive em câmera lenta, para concluir que Pyong tentou, sem sucesso, agarrar Prior durante a corrida. Observei que a edição "queimou" o mágico com esta análise.

Segundo a comunicação da Globo, novos equipamentos foram incorporados ao BBB, aumentando os recursos de análise. Novos ângulos também passaram a ser contemplados por câmeras. E câmeras novas permitem recorrer à redução da velocidade da imagem com mais qualidade.

Este equipamento atualizado e adaptado já foi utilizado na festa de Carnaval, na última sexta-feira (14). A emissora nega que este "upgrade" tecnológico signifique um reconhecimento de que faltaram recursos para analisar de forma adequada a disputa entre Petrix e Pyong.

Segundo a Globo, "novas câmeras, ângulos e recursos são - e serão - adaptados sempre que o programa sentir necessidade e para todas as ocasiões. Não apenas de análise, mas como para o resultado final do espectador". O uso na festa de Carnaval é um bom exemplo disso, registra a emissora.

Mauricio Stycer