PUBLICIDADE
Topo

Até como líder no BBB 20, Ivy age como planta e ganha apelido de "Ivysível"

Na sua novo função, Ivy conversa com os aliados no quarto do líder - Reprodução/GlobosatPlay
Na sua novo função, Ivy conversa com os aliados no quarto do líder Imagem: Reprodução/GlobosatPlay
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

29/02/2020 23h46

Quem é a maior planta do "BBB 20"? Eis uma pergunta que sempre provoca discussão nas redes sociais. A resposta correta depende não apenas da simpatia ou antipatia que cada espectador sente pelos participantes como também do momento do jogo, que é muito dinâmico.

Veja o caso de Victor Hugo. Ele foi, nas primeiras semanas, um dos principais candidatos ao troféu Planta da Edição. Mas, por desígnios inescrutáveis, a samambaia virou leão e abandonou a prática de fotossíntese. A metamorfose do psicólogo kafkiano, como registrou Chico Barney, o transformou num dos jogadores mais intrigantes do BBB.

Manu Gavassi é uma "planta empoderada", na definição de seu pai, o radialista Zé Luiz. Se o BBB fosse uma novela, ela faria parte de um daqueles núcleos que só tem cena uma vez por semana. É personagem secundária, quando não figurante nas tramas. Mas tem uma originalidade: o dom da ubiquidade. A atriz e cantora está e não está no reality ao mesmo tempo. Aqui fora, promove um disco, vende ingressos para um show e diverte os fãs com vídeos novos no Instagram.

Mari Gonzalez, a Mari Baianinha do "Pânico", também tem ojeriza ao jogo. Foge dos conflitos, evita opinar, odeia tumultos. Seu momento mais expressivo até agora foi um grito para que os colegas parassem de brigar. Ora, alguém que não gosta nem de ver uma briga alheia não pode estar no "BBB".

E há Ivy. A modelo mineira entrou no "BBB 20" pela Casa de Vidro. Chegou com informações, associou-se ao grupo que era visto com mais simpatia pelo público e se escondeu ali. Esta semana, a jovem conquistou uma posição invejável: virou líder.

Era o momento de mostrar o seu valor. Mas até agora nada. Tirando o choro ao ver as fotos dos familiares no quarto do líder, Ivy não fez nada. Nada mesmo. Decidiu indicar Prior, que é o menos querido pela sua turma, mas não sabe por quê. A edição deste sábado mostrou a modelo pedindo a Gizelly que formulasse para ela a justificativa de voto em Prior. Boninho não devia permitir uma coisa dessas.

Figura mais inexpressiva e desinteressante do "BBB 20" até o momento, Ivy ganhou um apelido no Twitter: é a "Ivysível" Apelido justo e merecido.

O lado B do BBB

Mauricio Stycer