PUBLICIDADE
Topo

Graças a Prior, Manu Gavassi finalmente entrou no BBB 20

BBB 20: Manu Gavassi aperta botão vermelho, sai do quarto e está no paredão - Reprodução/Globoplay
BBB 20: Manu Gavassi aperta botão vermelho, sai do quarto e está no paredão Imagem: Reprodução/Globoplay
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

07/03/2020 10h57

Irônica, debochada, distante, Manu Gavassi passou as primeiras seis semanas do "BBB 20" como uma personagem fora do lugar. Estava dentro da casa, mas ao mesmo tempo não estava. Nas suas redes sociais, fãs curtem vídeos novos diários, gravados previamente, já assistiram ao lançamento de um clipe musical e recebem informações para compra de ingressos dos shows que fará a partir de junho.

Por que Manu Gavassi aceitou participar do "BBB 20"? Como os demais "famosos", ela enxergou no reality show da Globo um misto de oportunidade e risco. Sem dúvida é uma poderosa janela de divulgação de imagem e carreira, ao mesmo tempo que pode, diante de qualquer escorregada, destruir uma reputação (veja abaixo "O Lado B do BBB").

O comedimento da atriz e cantora se justifica, neste sentido. Ela sabe dos riscos envolvidos na participação e passou estas semanas todos bem distante, administrando os riscos. O gesto mais ousado que fez, até então, foi se aliar a um grupo majoritário dentro da casa, comandado por Pyong e Marcela. Ou seja, uma ação de poucos riscos

O problema maior é nosso, espectadores do reality. Com seus deboches, Manu agrada aos próprios fãs, e só a eles, mas não rende muito para a edição porque, óbvio, o BBB não vai ficar promovendo uma pessoa que adora rir do programa.

Não deixa de ser uma personagem interessante e corajosa, neste sentido. Colocou o programa numa saia-justa porque está fazendo a crítica de dentro. Mas acho chato ter alguém o tempo inteiro dizendo que o BBB é uma piada.

Enfim, esta semana, a situação mudou. A surpreendente indicação ao Quarto Branco, feita por Prior, obrigou Manu a virar uma BBB. Não tem mais volta, agora.

Na breve convivência "encarcerada" com Prior e Gizelly, Manu se viu engajada no reality. Primeiro, mostrou-se verdadeiramente dedicada a ensinar tudo que sabe sobre feminismo ao arquiteto. Um mês depois da famosa "patada", quando ele perguntou o que significava "sororidade", ela deu algumas boas lições ao rapaz. E, em troca, ouviu várias observações perspicazes sobre a vida dadas por uma pessoa não famosa.

Ao desistir precocemente da atividade, acionando o botão vermelho, Manu se colocou no paredão. Não acho que foi um pedido para sair do "BBB 20", embora isso possa ocorrer. Foi um gesto de jogo, de quem entrou no programa, finalmente, e agora não tem mais controle absoluto sobre como quer ser vista pelo público.

Devemos a Prior esta situação. Coube a ele colocar Manu dentro do "BBB 20".

O lado B do BBB

Mauricio Stycer