PUBLICIDADE
Topo

Em edição empoderada, mulheres estão ganhando fácil dos homens no BBB 20

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

10/03/2020 23h25Atualizada em 11/03/2020 10h52

Dezoito pessoas entraram no "BBB 20", em 21 de janeiro. Na terceira semana, já sem os dois primeiros eliminados, mais dois participantes entraram pela Casa de Vidro. Após 50 dias, desses 20, restam agora 13 - nove mulheres e quatro homens.

Nesta edição muito popular até o momento, os homens têm sido eliminados em sequência. Já saíram seis - Chumbo, Petrix, Hadson, Lucas, Guilherme e agora Victor Hugo. Apenas uma mulher foi eliminada desde o início do reality, Bianca, a Boca Rosa.

A repulsa ao machismo foi responsável, de forma muito clara, pela eliminação dos primeiros cinco homens. Victor Hugo, como tentamos demonstrar no vídeo acima, é um caso atípico. Saiu por absoluta incapacidade de encontrar o seu lugar - e ser aceito - dentro do jogo.

O psicólogo fez diversas tentativas de se enturmar, algumas constrangedoras, como o "trisal" que tentou com Guilherme e Gabi. Foi rejeitado ou ignorado em todas as turmas. Quixotesco, enfrentou moinhos de vento. Brigou com quem não precisava, fechou os olhos a quem o ameaçava e fofocou mais que Sonia Abrão e Cátia Fonseca somadas. Não tinha como dar certo.

A esta altura da edição, ainda resistem Babu, Daniel, Prior e Pyong. Os dois últimos já foram acusados de machismo ou comportamento inconveniente com as mulheres. Entre as mulheres, seguem firmes Gabi, Flayslane, Gizelly, Ivy, Manu, Marcela, Mari, Rafa, Thelma.

Todos os quatro homens, mal ou bem, têm sido protagonistas desta edição. Criam situações, provocam discussões, geram debates e brigas entre torcidas fora da casa. Até quando?

Entre as mulheres, há dois grupos. Um é formado pelas plantas, Gabi, Ivy e Mari, discretíssimas. No outro, estão as mulheres que também participam ativamente da edição, em especial Gizelly, Marcela, Rafa e Thelma.

Curiosamente, quando o espectador/leitor é questionado sobre quem merece vencer o "BBB 20" em uma enquete do UOL, os três mais votados são, pela ordem, Prior, Pying e Babu. No outro extremo, em último lugar, aparece Daniel. O que isso significa?

Não sou capaz de prever o que vem por aí. Mas o que as mulheres conseguiram até agora, após 50 dias de "BBB 20", é de tirar o chapéu.

O lado B do BBB

Mauricio Stycer