PUBLICIDADE
Topo

Talvez o SBT tenha ficado pequeno para Maisa

Em março de 2019, ainda com 16 anos, Maísa ganhou um programa com o seu nome no SBT - João Raposo/ SBT
Em março de 2019, ainda com 16 anos, Maísa ganhou um programa com o seu nome no SBT Imagem: João Raposo/ SBT
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

22/05/2020 00h23

"Quem vai substituir Silvio Santos quando ele se afastar da televisão?" Nos últimos anos, ouvi essa pergunta incontáveis vezes. Por ter publicado, em 2018, um livro sobre o dono do SBT, dei muitas entrevistas e elaborei uma resposta sobre o assunto, que envolvia o nome de Maisa Silva:

"Silvio 'ameaça' se aposentar desde o início da década de 1970. Acho que ele não quer se aposentar e, se puder, jamais se afastará da televisão. Do ponto de vista dos negócios, me parece claro que ele já tomou várias providências para a sua sucessão. Decretos assinados pelo presidente Temer em 2017 transferiram a posse das concessões dos canais de TV para as filhas. A parte administrativa do SBT já conta com efetiva atuação das filhas.

A questão que resta, e me parece insolúvel, é imaginar que alguém pode ocupar o lugar do Silvio em um auditório de televisão. Não há ninguém capaz de fazer isso. Mas, se eu tivesse que escalar um artista para ocupar a programação dominical do SBT no lugar do Silvio eu colocaria a Maisa Silva. Sou muito fã da inteligência e do raciocínio rápido da menina, assim como do seu jeito desembaraçado de lidar com questões variadas."

Minha análise foi muito influenciada, naquele momento, por um incidente ocorrido em junho de 2017. Então com 15 anos, Maisa participou do Jogo das Três Pistas ao lado de Dudu Camargo, então com 19 anos. Silvio Santos fez várias provocações, estimulando o rapaz a se aproximar da menina.

Maísa protestou na hora, com total sinceridade: "Não estou aqui pra arrumar namorado, eu estou aqui pra participar do programa. Dá licença, Silvio, pelo amor de Deus. Isso é um ultraje, isso é constrangedor, você me submeter a uma situação dessa. Eu tô aqui para jogar o jogo".

Posteriormente, escreveu nas redes sociais. "Quando uma menina de 15 anos não aceita qualquer brincadeira ou comentário, e se posiciona, causa espanto. E muita gente se sente no lugar de tentar repreender tal atitude como se me conhecessem, ou se fossem meus pais".

E acrescentou: "Com certeza, uma parcela dos telespectadores, gostariam que eu aceitasse tudo o que aconteceu no programa, como dançar com um rapaz mais velho (mesmo eu NÃO querendo), ou beijá-lo. Estamos aqui para trazer reflexão: até quando as mulheres vão viver precisando aceitar tudo? Não é não!".

A maturidade daquela menina de 15 anos me impressionou demais. Ela já tinha uma longa relação com o SBT - começou a aparecer na TV aos 3 anos - e mostrou que compreendia muito bem os limites entre entretenimento e respeito. Mais que isso, eu diria que poucas pessoas conheciam o SBT tão bem quanto Maisa.

Comecei a pensar que não havia outra pessoa tão segura de si no SBT quanto Maisa, capaz de dizer a Silvio Santos coisas que ninguém tinha coragem.

Ao sugerir, em 2018, que considerava Maisa um bom nome para a sucessão de Silvio eu ainda não sabia que ela iria estrear, em março do ano seguinte, um programa com o seu nome. E não podia imaginar que o "Programa da Maisa" jogaria um balde de água fria nas minhas expectativas.

A jovem que nesta sexta-feira (22) completa 18 anos aceitou ser enquadrada pelo SBT em um formato conservador, fazendo entrevistas frouxas e promocionais, deixando de lado o que tem de melhor: inteligência, vivacidade e raciocínio rápido.

A Maisa que comandou o talk show em 2019 se tornou um genérico de apresentadora. Não perdi minha admiração, mas acho que ela precisa ir além e encontrar meios de mostrar os seus talentos na televisão. E talento para isso não lhe falta. Talvez o SBT tenha ficado pequeno para Maisa.

Mauricio Stycer