PUBLICIDADE
Topo

Após elogios a Record e Band, ministro tem reunião com cúpulas dos canais

O ministro Luiz Eduardo Ramos  - Fto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O ministro Luiz Eduardo Ramos Imagem: Fto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

28/05/2020 19h23

Em um dia especialmente animado em Brasília, o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Luiz Eduardo Ramos, teve reuniões nesta quinta-feira (28) com as cúpulas da Band e da Record, em São Paulo. O conteúdo dos encontros não foi divulgado. Segundo a assessoria do ministro, foram visitas institucionais.

Ramos, que é general, já elogiou mais de uma vez Band e Record (e também a RedeTV!) pela cobertura que fazem da pandemia de coronavírus. Ele agradeceu as emissoras por divulgarem o "placar da vida", instrumento que o governo tem usado para informar números de pessoas curadas da covid-19.

Sem citar a Globo, o ministro já acusou meios de comunicação de "parcialidade" por não divulgarem os dados do "placar da vida" e enfatizarem apenas os números de mortos.

Ramos passou o dia em São Paulo com o ministro interino da Saúde, o também general Eduardo Pazuello. Eles se encontraram, ainda, com Paulo Skaff, presidente da Fiesp.

Na Band, o ministro se reuniu, segundo a sua agenda, com João Carlos Saad, presidente da emissora. "O ministro Luiz Eduardo Ramos acompanhou o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, que veio dar entrevistas nas nossas rádios e TVs", disse a emissora.

Na última sexta-feira (22), a divulgação do vídeo da reunião ministerial do governo Bolsonaro causou constrangimento à Band. O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, fez uma observação dúbia sobre a emissora, dizendo que "o pessoal da Band queria dinheiro". Horas depois, Guimarães disse que não teve a intenção de "sugerir a prática de qualquer conduta irregular ou ilícita" da emissora.

Na Record, o encontro dos dois ministros foi com o presidente da emissora, Luiz Cláudio Costa, e com o vice-presidente de jornalismo, Antônio Guerreiro. Segundo a Record, foi uma visita de cortesia, sem pauta prévia.

Fabio Wajngarten, chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social), articulou os encontros e acompanhou o ministro.

Mauricio Stycer