PUBLICIDADE
Topo

Atacada por Bolsonaro, Globo defende padrão de qualidade "e brasilidade"

Paulo Vieira participa da campanha institucional da Globo - Reprodução
Paulo Vieira participa da campanha institucional da Globo Imagem: Reprodução
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

21/07/2020 07h02

A Globo estreou nesta segunda-feira (20) um novo filme de sua mais recente campanha institucional, dedicada a detalhar o que está por trás do "padrão de qualidade" da emissora.

O primeiro vídeo, divulgado na semana passada, falou do "respeito". "Qualidade pra gente é respeito", diz o ator Jonathan Azevedo na campanha. "Tem compromisso com milhões porque tem cuidado com cada um", acrescenta o humorista Paulo Vieira.

O vídeo divulgado esta semana é mais surpreendente. Faz uma defesa da "brasilidade" da emissora, enfatizando que ela produz conteúdo para "todos os Brasis".

Em um jogral interpretado por nomes do jornalismo, do entretenimento e do esporte, as palavras "Brasil", "brasileiro" e "brasilidade" são citadas oito vezes.

Lilia Cabral: "Você sabe o que o padrão Globo de qualidade quer dizer? Coisa bem feita".

Barbara Coelho: "Mas, pra gente, qualidade também é ter brasilidade".

Luis Roberto: "Por isso, a Globo tem tanta audiência".

Sheron Menezzes: "Tem tanta audiência porque tem tudo que o brasileiro gosta".

Felipe Andreolli: "Tem tudo que o brasileiro gosta porque tem para todo o gosto."

Rômulo Estrela: "Tem para todo gosto porque tem todos os Brasis e o Brasil todo."

Cleber Machado: "Tem todos os Brasis e o Brasil todo porque tem cuidado com o que importa para todo mundo".

Ana Paula Araújo: "Tem cuidado com o que importa para todo mundo porque é assim que se consegue ter um padrão Globo de qualidade. E de brasilidade também".

O reforço da ideia de brasilidade ocorre num mesmo momento em que diferentes movimentos pró-democracia estão resgatando o amarelo da bandeira brasileira como símbolo.

Trata-se de uma resposta a apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que nos últimos anos saíram às ruas de amarelo e exibiram um discurso de posse sobre a bandeira e o hino nacionais.

No final de junho, a Folha lançou uma campanha em defesa da democracia, com o slogan #UseAmarelo pela Democracia.

A campanha institucional da Globo não entra em política, mas enfatiza a preocupação da emissora de se apresentar sintonizada com o que, segundo ela, todos os brasileiros desejam ver na televisão.

Mauricio Stycer