PUBLICIDADE
Topo

A Fazenda 10

"Mara Bracho" e "Gretchen do Bairro": 5 dramalhões mexicanos de "A Fazenda"

"A Fazenda" é um reality show, mas poderia ser um dramalhão mexicano - Reprodução/Reprodução/Record/Montagem UOL
"A Fazenda" é um reality show, mas poderia ser um dramalhão mexicano Imagem: Reprodução/Reprodução/Record/Montagem UOL

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

20/09/2018 04h00

Começou nesta terça-feira (18) o maior produtor de barracos da televisão brasileira: a nova edição do reality show “A Fazenda”. A atração da Record coleciona tantas brigas, choros, dramas e muita, mas muita gritaria, que até parece uma novela mexicana.

Aliás, o histórico da "Fazenda" já a coloca no páreo ao lado de alguns dos maiores dramalhões mexicanos já exibidos, entre muitas brigas e sofrência.

O UOL relembra alguns destes momentos clássicos que deixariam Paola Bracho e Soraya Montenegro com inveja.

  • Reprodução/Reprodução/Record/Montagem UOL

    Mundo cruel, mundo cruel

    Gretchen encontrou muitas dificuldades em sua trajetória pela quinta edição de "A Fazenda". Finalmente, depois de não conseguir mais aguentar a pressão, a cantora tocou o sino e pediu para sair, sendo a sexta peoa a deixar a casa. O que prosseguiu foi uma cena que faria qualquer autor de novelas mexicanas chorar. Gretchen pulou de alegria e se dirigiu aos colegas, que lamentaram sua saída. A mais enfática -- para dizer o mínimo -- foi Vivianne Araújo, que gritava "Maria! Maria!", absolutamente desesperada.

    No final, aos gritos de Vivianne, Gretchen se dirigiu para o portão de saída, e ao deixar ao local, se atirou de joelhos no chão, enquanto segurava um matinho nas mãos e chorava lágrimas de puro sofrimento. Uma cena digna dos maiores dramalhões, com certeza.

  • Reprodução/Reprodução/Record/Montagem UOL

    Ai como eu sofro!

    Adriana Bombom estava certa de que tinha tudo para vencer a segunda edição de o reality. Imagine a surpresa dela quando acabou eliminada pouco tempo após o início? A repórter foi a terceira eliminada da atração. Aliás, surpresa não seria a melhor palavra, dor e sofrimento seriam mais adequadas. Isso porque no momento em que ouviu seu nome, a apresentadora foi aos prantos, chegou até a se ajoelhar de desespero. "Eu fiz tudo certo!", clamava ela.

    Parecia uma verdadeira mocinha de novelas melodramáticas que sofrem tanto. Como a pobre Marimar (Thalía), que foi às lágrimas ao descobrir que sua amada galinha Macha havia sido morta para virar sopa. "Todo mundo que eu amo e que me ama acaba morrendo", disse ela na ocasião. Trágico, trágico.

  • Reprodução/Reprodução/Record/Montagem UOL

    Testemunha das maldades

    A passagem de Mara Maravilha pela "Fazenda 8" foi como um verdadeiro furacão. A apresentadora mostrou que não estava para brincadeira e acabou se tornando a grande protagonista da edição com seu jeito explosivo. Ao mesmo tempo, com uma dualidade digna de "A Usurpadora", ela se tornou a grande vilã da atração, conseguindo atrair o ódio de todos os outros participantes.

    Como uma bruxa de telenovelas, Mara não foi só detestada, como tripudiou de seus rivais e fez de tudo para prejudicá-los, provocando punições propositais para encrencar a vida de todos na casa. Em um momento marcante, a apresentadora chegou a se enrolar nos cobertores e se trancar no banheiro, o que ia contra o regulamento do jogo, só para deixar os outros irados, enquanto ela gargalhava pelos cantos. Paola Bracho ficaria orgulhosa.

  • Reprodução/Reprodução/Record/Montagem UOL

    Nada amigas, muito rivais

    Pense nisso: existe uma mocinha, uma protagonista, que se apaixona e forma casal com um belo rapaz. Nesse meio, uma vilã, invejosa e furiosa, que faz de tudo para infernizar a vida dos dois e humilhar a pobre moça. Podia ser a trama de "Maria do Bairro", um dos clássicos da dramaturgia latina. Mas, na verdade, é a trama de uma história real de "A Fazenda 6".

    Na edição, os santos de Bárbara Evans e Andressa Urach definitivamente não bateram, e a eterna vice miss-bumbum protagonizou um dos maiores barracos da temporada, que envolveu o então namorado de Bárbara, Mateus Verdelho. A situação ficou tão feia, que além de xingar os dois de todos os nomes possíveis enquanto o casal estava na cama, Urach ainda protagonizou uma guerra de cusparadas com Mateus.

    Só faltou Andressa gritar "Maldita, aleijada!", como diria a icônica vilã Soraya Montenegro, em uma das cenas mais emblemáticas das novelas mexicanas.

  • Reprodução/Reprodução/Record/Montagem UOL

    Esse é "hermano" desse

    Rei das confusões, o magnânimo inominável dos barracos ensandecidos, Théo Becker participou da primeira edição do reality e mostrou logo de cara o que ninguém esperava: ele era, por si só, uma novela mexicana. Emotivo, chorava e sofria horrores por qualquer coisa. Explosiva, ameaçava a todos e fazia escândalos que acordaria os vizinhos a 500 quilômetros de distância.

    O participante foi o grande destaque e se mostrou um verdadeiro vilão, sendo detestado por absolutamente todos os outros na casa. Sua briga com Miro Moreira, por exemplo, parecia saída da novela "Sortilégio", onde os irmãos de criação Alessandro (William Levy) e Bruno (David Zepeda) vivem uma luta pelo amor e pelo poder. A desavença entre Theo e Luciele parece algo saído da "Trilogia das Marias", onde as protagonistas vividas por Thalía defendiam com unhas e dentes a honra de suas famílias.

    Além é claro dos momentos em que Theo falava sozinho, lembrando seu amor platônico por Andressa Suíta, a quem se declarava constantemente, mesmo ela estando longe. Realmente uma atração à parte.

A Fazenda 10