Topo

TV e Famosos

A volta dos que não foram: séries ressuscitam sucessos do passado

Divulgação
"Gilmore Girls", "Stranger Things" e "Arquivo X": onda nostálgica veio para ficar Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

12/11/2016 07h00

Não demorou muito: após serem celebradas como a nova indústria criativa do mundo do entretenimento, para onde teriam migrado os roteiros originais e produções inovadoras, a séries começaram a olhar pelo retrovisor. Entre os principais lançamentos de 2016, continuações, remakes e reboots de outras produções de sucesso do cinema e da TV se destacaram, com maior ou menor sucesso – e a tendência deve continuar forte no próximo ano.

A escolha por revisitar velhos títulos, já bem explorada nas telas dos cinemas, não é por acaso. Do lado dos criadores, ter uma marca já consolidada, apesar de não ser uma garantia de sucesso, ajuda a impulsionar o produto.

“Se eu fizesse uma série com dois policiais sem esse título não teria tanto apelo nem seria tão vendável, honestamente”, disse ao UOL Matt Miller, produtor executivo e criador de “Máquina Mortífera”. “O título, em um mundo em que há tantas séries, dá ao público a oportunidade de reconhecer a marca, o que é muito difícil hoje."

O público, ao que parece, também aprova a sensação de déjavu –que o diga “Stranger Things”, sensação da Netflix com sua costura de referências a clássicos dos anos 1980. “É sempre confortável visitar velhas histórias que você ama. E há muitos filmes e séries que são muito reminiscentes de outros filmes e séries, mesmo que não sejam chamados de remakes. Acho que é divertido para as pessoas”, opinou Miller.

No espírito nostálgico, o UOL lista algumas das séries que “ressuscitaram” histórias do passado nas telinhas. Confira:

Mais TV e Famosos