Topo

Televisão

De "Irmãos Coragem" a "Chiquititas": 10 novelas quase intermináveis da TV

Cedoc/ TV Globo/ Divulgação
"Irmãos Coragem" e Chiquititas": duas das novelas mais longas da teledramaturgia brasileira Imagem: Cedoc/ TV Globo/ Divulgação

Do UOL, em São Paulo

24/11/2017 04h00

Nesta semana, “Carinha de Anjo” completou um ano de exibição. A novelinha infantil do SBT já acumula mais de 300 capítulos exibidos e ainda vem mais por aí. Recentemente, a emissora de Silvio Santos tem investido bastante em tramas muito longas: a antecessora de “Carinha de Anjo”, “Cúmplices de um Resgate” (2015), teve mais de 350. A próxima, “As Aventuras de Poliana”, está prevista para ter mais ultrapassar os 500 capítulos.

No ar há 22 anos, “Malhação” ganharia com folga o título de novela mais longa da televisão, mas vale lembrar que a trama adolescente da Globo tem formato de série, e renova elenco e história a cada temporada. Mas há muitos outros exemplos de “gigantes” da teledramaturgia brasileiras, que estenderam suas histórias por centenas e centenas de capítulos. 

O UOL relembra algumas novelas tão longas, que pareciam intermináveis:

  • Divulgação

    "Chiquititas" (1997)

    Para se ter uma ideia, essa novela, remake da trama argentina de mesmo nome, ficou em exibição até 2001. Algumas mudanças ocorreram no decorrer das temporadas, com entrada e saída de personagens, mas a espinha dorsal se manteve. "Chiquititas" chegou a tirar "férias" durante alguns períodos nos quais o SBT exibiu alguma novela mexicana, mas ao juntar todos os capítulos, a conta do folhetim fecha em 807, quase uma eternidade. Muitas figuras do elenco da novelinha foram parar na Globo, como Fernanda Souza, Débora Falabella, Bruno Gagliasso e Carla Diaz.

  • Reprodução

    "Redenção" (1966)

    Telenovela (ininterrupta) mais longa da história da TV brasileira, "Redenção" foi exibida na extinta TV Excelsior e teve 596 capítulos, sendo que, originalmente, deveria ter tido apenas 100. A trama girava em torno do Dr. Fernando Silveira (Francisco Cuoco), que ao se mudar para a cidade de Redenção casava com Ângela (Míriam Mehler). No entanto, a morte precoce da mulher o deixou exposto às maldades de Marisa (Lourdes Rocha). Também existia um mistério a respeito do passado de Fernando.

  • Divuogação/TV Record

    "Os Mutantes" (2007)

    A novela da Record que ficou eternizada por seus efeitos especiais "trash" e personagens bizarros, mas a saga de Tiago Santiago conquistou o público e ganhou uma segunda temporada. Ao contrário do que acontece com "Malhação", a sequência era uma continuação direta dos acontecimentos da primeira temporada, o que fez com que a produção totalizasse 483 capítulos. Mas a história das crianças com poderes especiais ainda não estava terminada, e uma terceira temporada intitulada "Promessas de Amor" foi produzida. Logo, a saga acabou com 586 capítulos ao todo.

  • Lourival Santana/SBT

    "Chiquititas" (2013)

    Nova versão da novela exibida em 1997, "Chiquititas" atingiu novamente o sucesso nessa adaptação. Tanto que o SBT fez tudo que pôde para estender a novela, que acabou tendo 545 capítulos, recheados de clipes e flashbacks, permanecendo por mais de dois anos no ar.

  • Reprodução/Band

    "Os Imigrantes" (1981)

    Novela que Benedito Ruy Barbosa escreveu para a TV Bandeirantes, a trama narrou a história de diversas gerações de imigrantes que chegaram ao Brasil e ajudaram a mudar o país. Por conta da complexidade de sua narrativa, teve um total de 459 capítulos e foi muito elogiada pela crítica da época, conquistando diversos prêmios.

  • Reprodução

    "Rebelde" (2011)

    Exibida pelo SBT, a telenovela mexicana, baseada em formato argentino, virou uma verdadeira febre entre o público adolescente em meados dos anos 2000 --foram três temporadas e 431 capítulos. O cotidiano de jovens que frequentavam um colégio em regime de semi-internato cativou a audiência e transcendeu a televisão, gerando uma série de produtos e transformando a banda formada pelos protagonistas em um fenômeno real. A adaptação da Record também teve considerável repercussão nas redes e angariou muitos fãs, terminando com 411 capítulos e duas temporadas. Vários membros de seu elenco, como Chay Suede, Arthur Aguiar e Sophia Abrahão se tornaram estrelas da Globo após o fim da novela.

  • Reprodução

    "O Machão" (1974)

    Escrita por Sérgio Jockyman e baseada em um argumento de Ivani Ribeiro, essa novela da Tupi foi uma adaptação de "A Indomável", de 1965, também de Ivani. Com inspiração em "A Megera Domada", de Shakespeare, a novela fez sucesso narrando as idas e vindas de Julião Petrucchio (Antônio Fagundes) e Catarina (Maria Isabel de Lizandra), que se desdobraram ao longo de 371 capítulos.

  • Divulgação

    "Floribella" (2005)

    Um sucesso em meio ao público jovem, "Floribella", da Band, se dividiu em duas temporadas, totalizando 342 capítulos. A história, praticamente um conto de fadas moderno, contava a saga da humilde Maria Flor (Juliana Silveira), que se apaixonava por um príncipe encantado, Frederico (Roger Gobeth), e sofria nas mãos da pérfida Delfina (Maria Carolina Ribeiro). Na segunda temporada, Mário Frias entrou na trama como Máximo, o novo interesse romântico de Flor.

  • Cedoc/TV Globo

    "Irmãos Coragem" (1970)

    Sucesso estrondoso de Janete Clair, a telenovela marcou uma geração e é lembrada como um dos grandes trabalhos não só da Globo, mas da televisão brasileira. A saga dos irmãos João, Jerônimo e Eduardo emocionou o público do primeiro ao último capítulo, com seus 328 capítulos cheios de romance, ação e aventura. Em 1995, a emissora exibiu um remake da história --dessa vez mais enxuta, com 155 capítulos.

  • Divulgação/SBT

    "Carrossel" (2012)

    Outra novelinha de sucesso do SBT, essa adaptação de Íris Abravanel é baseada na trama mexicana de mesmo nome. O sucesso da novela foi tanto, que levou o SBT a continuar investindo em remakes voltados para o público infantil. "Carrossel" teve 310 capítulos e levou atores mirins como Maisa e Larissa Manoela ao primeiro time de atores da emissora.