Topo

TV e Famosos


Deus Salve qual rei? As idas e vindas dos vários monarcas da novela das 19h

Deus Salve o Rei! Mas qual? - Marilia Cabral /Globo/João Miguel Junior /TV Globo/Reprodução Globo/Montagem UOL
Deus Salve o Rei! Mas qual? Imagem: Marilia Cabral /Globo/João Miguel Junior /TV Globo/Reprodução Globo/Montagem UOL

Guilherme Machado

Do UOL,em São Paulo

16/07/2018 04h00

“Deus Salve o Rei” está chegando ao seu fim e uma dúvida ainda paira: afinal, Deus salvou o rei? Isso porque a novela das 19h é tão cheia de monarcas, que tiveram tantas idas e vindas, que difícil saber a qual deles o título da trama se refere.

Entre lutas, prisões, armações e negociações, tudo e mais um pouco aconteceu com os muitos reis de Montemor, Artena e além.

O UOL lista alguns dos dramas dos reis do folhetim de Daniel Adjafre:

  • Marilia Cabral /Globo

    Afonso

    Grande mocinho da história, Afonso (Rômulo Estrela) herdou o reino de sua avó. Antes disso, ele foi dado como morto e, se não fosse um retorno imprevisto, o trono teria passado para as mãos de seu irmão, Rodolfo (Johnny Massaro). O que, de fato, acabou ocorrendo quando Afonso resolveu abdicar do trono em nome de seu amor por Amália (Marina Ruy Barbosa), uma plebeia.

    Depois de viver muitos perrengues, como ser vítima de um feitiço de Brice (Bia Arantes), parecia que a felicidade de Afonso estava garantida. Porém, ele teve que iniciar uma árdua luta contra o irmão, que louco com o poder, estava levando Montemor à ruína.

    Depois de ser traído, preso, ferido e abandonado, Afonso finalmente recuperou seu trono, mas viu seu romance com Amália ameaçado pela rejeição dos outros nobres e pelas armações de Catarina (Bruna Marquezine), que até encomendou um feitiço para que o rapaz se apaixonasse por ela.

  • João Miguel Junior / TV Globo

    Rodolfo

    Rodolfo nunca pensou em ser o rei de Montemor, mas quando Afonso abdicou de tudo para seguir o amor, ele não teve muita escolha. O reinado trouxe à tona os piores defeitos do rapaz, que se mostrou egoísta, egocêntrico e mais do que atrapalhado.

    Sob seu comando, Montemor passou por grandes turbulências, que culminaram em uma dura guerra contra o reino de Artena, que, pior ainda, não passou de uma armação entre ele e Catarina, para que os dois se casassem e reinasse juntos como rei e rainha.

    Além disso, Rodolfo se dividiu entre diversos casamentos e uniões instáveis. Primeiro, casou-se com Lucrécia (Tatá Werneck), que desenvolveu uma obsessão por ele e o perseguiu durante toda a trama. Depois, casou com Catarina, e descobriu que estava sendo usado por ela. Casou até com Margô, tia de Lucrécia, e tem um caso romântico com Glória (Monique Alfradique). Até nas garras na bruxa Brice ele caiu.

    Depois de ser destituído do trono, Rodolfo tentou armar mais uma vez para Afonso, mas foi descoberto e expulso de vez do reino de Montemor. Agora, ele conspira ao lado de Otávio (Alexandre Borges) para dominar o reino de Artena e usar disso para destruir Montemor.

  • João Miguel Junior / TV Globo

    Augusto

    O generoso líder de Artena e grande amigo da rainha Crisélia (Rosamaria Murtinho), Augusto (Marco Nanini) sempre acreditou na cooperação, mas não na união dos dois reinos. Justamente por essa razão, o pai de Catarina passou por maus bocados na trama das 19h.

    Depois de descobrir que a filha e Rodolfo armaram juntos a tomada de Artena, Augusto foi exilado e aprisionado em uma torre, enquanto Catarina enganou a todos e fez com que pensassem que o pai havia fugido e desaparecido na guerra. Doente, o rei foi transferido para outro local, onde ficou amigo de Héber (Cássio Scapin).

    Após um tempo no novo cativeiro, ele foi sequestrado por Otávio, que tentou usá-lo para manipular Catarina. Entretanto, o rei conseguiu enfim fugir, e resolveu se juntar a uma trupe de teatro.

    Em breve, o rei também será responsável por revelar um grande segredo: Catarina não é sua filha de sangue, e sim uma plebeia, filha de Brice, comprada por ele.

  • Reprodução/Globo

    Otávio

    Otávio se fez passar por amigo de Afonso, mas logo revelou sua verdadeira face: o traindo e cooperando com Rodolfo para derrubá-lo.

    As armações do rei da Lastrilha não terminaram por aí. Ele fez de tudo para acabar com Augusto, chegando a prender Catarina em seu calabouço e armando um casamento forçado com ela, impedido por Afonso no último segundo.

    Agora, decidido a se vingar, ele prepara um exército para acabar de vez com os reinos de Artena e Montemor.

  • Reprodução/Globo

    Os reis da Cália

    "Deus Salve o Rei" introduziu ainda diversos outros monarcas, que dominam diferentes territórios da região da Cália.

    Em determinado momento, Afonso se reuniu com estes líderes para tentar conseguir um empréstimo para seu reino. O evento não poderia ser mais desastroso. Os reis não apoiaram Afonso, por não concordarem com sua união dele com Amália. Além disso, a mocinha foi humilhada por uma das rainhas, que tripudiou do fato dela ser uma plebeia.

    Com tantos reinos, fica até difícil lembrar que são todos os monarcas. Não se surpreenda se, no final da trama, um deles se levantar e virar o todo poderoso da Cália.

TV e Famosos