PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Morte, sangue: Relembre cenas macabras nas novelas de João Emanuel Carneiro

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

25/09/2018 04h00

Autor de “Segundo Sol”, João Emanuel Carneiro adora tacar o terror em suas tramas.

Já teve personagem vivo sendo enterrado, outro que morreu por susto e até a inclusão de supostas forças sobrenaturais, todos os elementos que deixam os telespectadores de cabelo em pé.

O UOL selecionou cenas macabras memoráveis de João Emanuel dignas de filme de terror. Relembre:

  • Reprodução/TV Globo

    "Segundo Sol"

    Em cenas que foram ao ar semana passada, Karola viveu a noite do terror em sua cobertura. Luzia e Galdino combinaram de dar um grande susto em Karola para ela pensar que foi Laureta. Galdino entrou escondido no apartamento de Karola, ligava e desligava o telefone na cara dela várias vezes, além de controlar pelo celular os eletrodomésticos da casa. A ex-prostituta ficou louca de medo e começou a atirar para todos os lados: "Eu sei que não existe fantasma! É você que tá aí, não é, Laureta? Eu não tenho medo de você! Esse filme de terror não me assusta, pare com essa palhaçada", gritou. Para alguns telespectadores, as cenas serviu mais para rir do que assustar, mas valeu a intenção.

  • Reprodução/TV Globo

    "Avenida Brasil" (2012)

    A novela mais popular de João Emanuel proporcionou várias cenas dignas de filme de terror. Como a vez em que Carminha (Adriana Esteves) enterrou Nina (Débora Falabella) viva em uma cova e a deixou abandonada apenas com o rosto para fora da terra. Na cena macabra, Nina acordou assustada e pediu perdão para Carminha, que soltou um grito e deu uma cusparada na rival. Como se sabe, Nina sempre quis se vingar da madrasta por ter sido abandonada no lixão após a morte do pai. Em outra cena, com as luzes apagadas, Nina aterrorizou Carminha ao aparecer somente com uma lanterna iluminando a cara. E sem contar o grito desesperador --e maravilhoso-- da vilãzona quando deu de cara com Max vivo na mansão. Saudades, "Avenida Brasil".

  • Reprodução/TV Globo

    "A Favorita (2008)

    Carminha de "Avenida Brasil" deve ter aprendido com Flora (Patricia Pillar) a ser má. A trama, que levou ao ar a história da rivalidade entre Flora e Donatela (Claudia Raia), fez o telespectador ficar com medo da vilã, que nos primeiros capítulos foi apresentava como a suposta mocinha. Uma das cenas memoráveis da novela foi quando Flora matou Gonçado de susto, literalmente. A vilã atraiu o empresário para o rancho e o recebeu coberta de suposto sangue. Ela falou que toda a família dele estava morta e mostrou manchas vermelhas pela casa. Diante da cena aterrorizante, Gonçalo morreu de infarto. Foi tenso! Outra cena que assustou os telespectadores foi quando Donatela aterrorizou Flora. A vilã colocou o disco com a música que as duas cantavam quando crianças, mas quando a canção acabou, Donatela continuou cantando escondida. Flora acreditava que a inimiga estava morta e se apavorou.

  • Reprodução/TV Globo

    "Da Cor do Pecado" (2004)

    Se Giovanna Antonelli interpreta atualmente a mocinha guerreira Luzia, em "Da Cor do Pecado" ela era Bárbara, a "diaba" em pessoa que infernizava a vida de Preta (Taís Araújo), enganava o noivo, Paco (Reynaldo Gianecchini) e fazia de gato e sapato o sogro, Afonso (Lima Duarte). Quando descobriu todas as maldades de Bárbara, o empresário resolveu se vingar. Ele cobriu a vilã de joias e a levou para jantar em uma mansão. Quando Bárbara ficou sozinha, Afonso aterrorizou a nora quebrando espelhos, derrubando objetos e até o teto. A vilã ficou apavorada. E nós também ficaríamos.

TV e Famosos