Topo

TV e Famosos

Cinco momentos de "O Outro Lado" que passaram os limites da vergonha alheia

Reprodução/TV Globo
Cenas em "O Outro Lado" queriam ser sérias ou cômicas, mas acabaram provocando vergonha Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

27/03/2018 04h00

“O Outro Lado do Paraíso” já teve diversas cenas eletrizantes, que surpreenderam e mobilizaram o público, como o retorno de Clara a Palmas. Entretanto, a novela de Walcyr Carrasco também já teve alguns momentos de querer desviar o olhar da televisão de tanta vergonha alheia.

Seja por diálogos surreais, atuações questionáveis ou situações absurdas, a trama das 21h já rendeu muitos memes e “brindou” os telespectadores com momentos que é melhor esquecer. O UOL, no entanto, relembra algumas:

  • Reprodução/TV Globo

    "Morra, vagabunda!"

    Um dos momentos mais comentados da novela nas redes sociais foi a cena da morte de Natanael (Juca de Oliveira). O embate entre o vilão e sua odiada nora, Elizabeth (Gloria Pires), foi um dos momentos mais absurdos de toda a trama. Com um texto nonsense, os personagens recontaram toda a tragédia passo a passo, só para que o mocinho Henrique (Emílio de Mello) pudesse escutar.

    Junte isso às atuações maniqueístas e fora do tom, e pronto, estava armado o dramalhão de novela mexicana. A internet não perdoou, os críticos, menos ainda. Leia mais

  • Reprodução/TV Globo

    "Vaso de cristal"

    Em uma das reviravoltas mais absurdas de "O Outro Lado do Paraíso", Melissa (Gabriela Mustafá) se revoltou com o fato de não poder dormir com o marido, Diego (Arthur Aguiar), porque ele a achava pura como "um vaso de cristal". Então, querendo perder a virgindade a qualquer custo, o que ela decidiu fazer? Ir trabalhar no bordel.

    Depois, ela acabou encontrando o ex-marido lá. O que se seguiu foi uma das cenas mais exageradas da novela, na qual se ouviu frases como: "Estou pagando por uma coisa que já foi minha".

  • Reprodução/TV Globo

    Meiga e abusada

    Um dos núcleos mais criticados da novela, a história de Samuel (Eriberto Leão) e Cido (Rafael Zulu) já rendeu diversos momentos difíceis de engolir. O colunista do UOL Nilson Xavier argumentou que com seu humor ultrapassado, o núcleo apenas reforça preconceitos.

    Na última semana, foi exibida uma cena que demonstra quanta vergonha o núcleo provoca. Estavam todos reunidos para decidir o nome da filha de Suzy (Ellen Rocche). A enfermeira disse que gostaria que a filha tivesse as "unhas lindas, bem pintadas". "Vai criar uma piriguete", disparou Adnéia (Ana Lúcia Torre).

    Depois, eles começaram a debater se não deveriam dar um nome de alguma cantora famosa para a criança. Irene (Luciana Fernandes) sugeriu o nome Anitta, e disse que colocaria as músicas da cantora para a menina ouvir. Então, do nada, Irene começou a cantar e dançar a música "Show das Poderosas". Leia mais

  • Reprodução/TV Globo

    "Esqueça sua vocação para piranha"

    Nádia (Eliane Giardini) resistiu, mas decidiu conhecer os pais de Karina (Malu Rodrigues). As famílias nunca haviam se conhecido, então como se comportaram? Trocando alfinetadas e insinuações sobre suas intimidades, lógico!

    "Começou o falatório que meu filho era impotente. Assim como eles vão falar que a sua era uma vagabunda, que fazia programa, numa cidade aqui perto. Mas com isso vocês não se ofendam porque é verdade", disparou Nádia.

    A jovem disse que foi obrigada, mas Diego rebateu: "Você se divertiu no pole dance". A mãe de Karina estão disse que colocaria um fone de ouvidos para não ouvir o povo comentando. "Perfeito. Deixa os dois casarem, daqui a pouco ninguém lembra do assunto. Desde que você esqueça sua vocação para piranha...Estou de olho em você, Karina, porque de chifrudo nessa família já basta esse aqui", disse Nádia, se referindo a Bruno (Caio Paduan). "Tomei chifre da ex", confirmou Bruno.

    Quanta sutileza...

  • Reprodução/GShow/O Outro Lado do Paraíso

    "Se não fossem essas crianças intrometidas"

    A revelação de que Renato (Rafael Cardoso) era na verdade o vilão da história já era uma tragédia anunciada. Entretanto, a cena na qual a revelação ocorreu foi outro momento que constrangeu pelo didatismo.

    Sem nenhuma sutileza, Renato decidiu, de uma hora para a outra, confessar, nos mínimos detalhes, tudo que fez, e ainda disse que pretendia matar Clara (Bianca Bin). "Se não fosse essa maldita pasta, que eu nem sabia que existia, você estava casada comigo", bradou o vilão.

    Na web, muitas pessoas compararam a cena ao desenho "Scooby Doo", no qual os vilões, ao serem desmascarados, reclamavam: "Eu teria conseguido se não fossem essas crianças intrometidas".

Mais TV e Famosos