TV e Famosos

"É divertido ver a queda livre de Jimmy", diz criador de "Better Call Saul"

Reprodução
Jimmy McGill em cena da segunda temporada de "Better Call Saul" Imagem: Reprodução

Antonio Martín Guirado

15/02/2016 08h51

Los Angeles (EUA) - O espírito de "Breaking Bad", uma das séries mais impactantes dos últimos anos, se mantém vivo na segunda temporada do spin-off "Better Call Saul", que estreia nesta segunda-feira (15) na televisão americana e no dia seguinte no Brasil, na Netflix.

"A noção de 'Breaking Bad' se baseava na transformação de 'Mr. Chips' em 'Scarface'. Sabíamos aonde íamos com o protagonista, Walter White. Aqui sabemos que Jimmy McGill, personagem principal da história, se tornará Saul Goodman, o advogado de Walter. A pergunta é: como será essa viagem?", disse Vince Gilligan, co-criador da série, em um recente encontro com a imprensa internacional.

Embora Gilligan não tenha respostas concretas a respeito, admitiu que espera poder desenvolver a história dessa transformação em um período entre quatro e seis temporadas.

Esse é o tempo que Vince Gilligan e Peter Gould, o outro cérebro criador da série, esperam usar para construir o personagem até transformá-lo que foi visto em "Breaking Bad".

"É algo que pensamos o tempo todo e ainda não chegamos a uma conclusão, mas, para fazer algo economicamente viável e rentável, deveríamos estar entre quatro e seis temporadas pelo menos. Não queremos esticar a série inutilmente nem aborrecer as pessoas, mas também não queremos perder oportunidades", comentou Gilligan.

Gould ressaltou que, para a dupla, o mais "divertido" é "imaginar essa vida fora da lei e explorar as possibilidades de um personagem que não está preso nem coagido pelos preceitos da moral, do bom gosto ou do que os outros pensam".

A primeira temporada da série conseguiu sete indicações aos prêmios Emmy, inclusive a de melhor série dramática.

No último capítulo da temporada, Jimmy (Bob Odenkirk), um advogado sempre em dificuldades financeiras, rejeitou uma lucrativa oferta de trabalho e jurou que seus dias de jogo limpo e de tentar fazer o bem tinham terminado.

A segunda temporada mostrará como Jimmy se aproxima cada vez mais do precipício que é Saul Goodman, tudo isso enquanto estreita laços com o parceiro Kim (Rhea Seehorn) e vê como a relação com seu irmão, Chuck (Michael McKean), se torna mais complexa.

"Jimmy faz coisas realmente lamentáveis nesta temporada. Acho que não falta muito para chegar ao fundo do poço. Uma pessoa em suas condições pode cair muito rápido. Não sei o que os criadores têm em mente, mas algo realmente ruim tem que acontecer para que seu lado bom desapareça", explicou Odenkirk.

Na opinião de Gilligan, o verdadeiro dilema que "Better Call Saul" compartilha com "Breaking Bad" é se os fins justificam os meios.

"Walter White fez algo muito ruim por uma razão muito nobre antes de perder o rumo. Jimmy descumpre a lei e faz coisas imorais, mas com a intenção de ajudar o próximo. Para nós, o fim não justifica os meios, mas é divertido analisar essa queda livre do protagonista", disse o cineasta.

A queda mencionada é um "presente" para Odenkirk, que não hesita em qualificar seu personagem como "o maior desafio" de sua carreira, principalmente porque deve mostrar uma personalidade diferente dependendo do personagem com quem compartilha cada momento.

"Isso é a vida real. Usamos uma cara diferente dependendo de com quem estamos tratando", considerou o Odenkirk, que foi indicado ao prêmio de melhor ator em séries de televisão pelo papel no ano passado.

Apesar das tragédias que envolvem o personagem, o ator sonha com um final "positivo" para Jimmy, além do futuro incerto que se percebe nas imagens em preto e branco com as quais iniciou a primeira temporada e que voltam a aparecer no começo da segunda.

"Penso que poderia ocorrer o contrário do que houve com Walter. Tudo ao ser redor acabaria em destruição, para Jimmy pudesse acabar em uma criação. Poderia se reinventar em alguém com integridade. Seria interessante", opinou Odenkirk.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo