Televisão

Estrelas femininas da "BBC" exigem equiparação salarial com os homens

Reprodução/YouTube
Victoria Derbyshire Imagem: Reprodução/YouTube

23/07/2017 11h14

Algumas das mais famosas apresentadoras da "BBC" pediram neste domingo (22) que a emissora britânica "atue" para corrigir a diferença que há entre seus salários comparados com os de seus colegas homens, após a divulgação das remunerações.

Na quarta-feira passada, a emissora revelou o salário de 96 das suas estrelas, todas elas com vencimentos que superam 150 mil libras brutas anuais (cerca de R$ 620 mil), mas os maiores salários corresponderam aos homens, o que provocou a insatisfação das apresentadoras.

Estrelas destacadas da emissora, como as jornalistas Victoria Derbyshire e Emily Maitlis, assinaram uma carta aberta dirigida ao diretor-geral da "BBC", Tony Hall, para pedir uma "correção" desta disparidade de salários, informou hoje o próprio canal.

As profissionais asseguram que esta situação acontece há anos, ainda que só agora tenha sido revelada a lista das estrelas com os salários mais altos.

Nesse ranking aparece em primeiro lugar Chris Evans, do programa "Breakfast Show", que ganha por ano cerca 2,25 milhões de libras (R$ 9,3 milhões).

Na carta, assinada por mais de 40 estrelas, estas afirmam que estão "dispostas a reunir-se" com Hall para assegurar que "as futuras gerações de mulheres não enfrentem este tipo de discriminação".

A lista demonstra "o que muitas de nós suspeitamos durante muitos anos, que as mulheres na BBC recebem menos que os homens para fazer o mesmo trabalho", acrescenta a carta.

"Esta é uma época de igualdade e a 'BBC' é uma organização que se orgulha dos seus valores", indicam as apresentadoras, que exigem ações imediatas e não para 2020, como sugeriu o diretor-geral da emissora.

A emissora pública divulgou os salários de seus mais destacados funcionários pela primeira vez na história a pedido do governo.

Uma comissão parlamentar propôs em agosto do ano passado que a "BBC" divulgasse o salário dos seus empregados que ganhassem mais que a primeira ministra, Theresa May, 143.462 libras (cerca de R$ 590 mil), como forma de melhorar a transparência da emissora.

A única mulher que ocupa um posto no top 10 do mais bem remunerados da emissora é a apresentadora Claudia Winkleman, que ganha entre 400.000 e 450.000 libras ao ano (R$ 1,6 milhão e R$ 1,8 milhão).
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Blog do Maurício Stycer
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo