TV e Famosos

TV paga: Canal Viva despenca; Globonews dispara

Divulgação/TV Globo
Problemas legais ameaçam reprises do Viva; Sonia Braga não deu autorização para reexibição de "Dancin' Days" Imagem: Divulgação/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

10/01/2016 17h16

Depois de um começo avassalador, em que se tornou um dos produtos mais bem sucedidos da TV paga no Brasil, o canal Viva (Globosat) começa a perder fôlego -- e muito.

Desde 2014, o canal já despencou seis posições no ranking da TV paga. Em 2014, o Viva chegou a ser o 10º canal mais visto da TV por assinatura, mas fechou 2015 na 16ª posição (ranking só dos canais pagos, excluídos todos os abertos, que também são exibidos na TV por assinatura).

Um dos prováveis motivos para a queda de audiência do Viva, aparentemente, é a descaracterização que atinge o canal desde o ano passado.

Criado para ser um canal de nostalgia das produções da Globo, o Viva passou a enfrentar desde o ano passado uma ameaça legal: ameaças e processos movidos por artistas, como Sonia Braga, que jamais autorizaram o uso de sua imagem em outras mídias que não a TV Globo, conforme esta coluna antecipou no último dia 2.

Esse é um dos motivos pelos quais o Viva tem reprisado apenas novelas e atrações mais recentes -- o que decepciona assinantes saudosistas, o alvo original do canal da Globosat.

Por exemplo, no segundo semestre de 2014 o Viva reprisou a novela “Dancin´Days”, gravada e exibida originalmente em 1978 e 79.

Só que Sonia Braga não deu autorização para isso. Seu contrato assinado com a Globo nos anos 70 não tinha nenhuma cláusula na qual a atriz dava autorização para que a emissora reprisasse seu trabalho em outra mídia (TV paga) ou mesmo via streaming (Globo Play). Ninguém nem sonhava com essa tecnologia à época.

No ano passado, outro problema: a Globo exibiu vários episódios do “Globo de Ouro” gravados no ano de 1987, quando foi apresentado por César Filho, hoje na Record.

Assim como no caso da novela de 78, também não foi pedida autorização a César. O caso está em negociação, porque o contrato do apresentador com a Globo também não autorizava a reexibição do programa em outras mídias.

Essa cláusula só passou a constar em contratos da Globo depois de 1997, apenas um ano depois do surgimento da internet no Brasil e quando a TV paga ainda engatinhava no país.


Em dezembro, o Viva foi superado em público, inclusive, pelo Multishow.

SporTV cai, Fox Sports cresce

Sem campeonatos importantes ou mesmo jogos de porte, dezembro foi o pior mês do ano para o canal SporTV. Habitualmente instalado entre os sete canais mais vistos da TV paga, o SporTV caiu para 11º lugar em dezembro.

Quem comemorou o último mês de 2015 foi a Globonews, que disparou com um noticiário quente, ótimos programas (como o "Em Pauta" e o "Sem Fronteiras") e foi o 8º canal mais assistido em dezembro.

Outro canal que está crescendo de forma consistente na TV por assinatura é o Fox Sports.

Para um canal que não estava listado nem no top 40 três anos atrás, hoje o Fox Sports já está em 21º lugar. Ainda está a nove posições do rival SporTV, mas se continuar a tendência ainda pode incomodar o canal esportivo da Globosat este ano.

Cabe lembrar que o Fox Sports passou seu primeiro ano de Brasil sofrendo na mão das operadoras, que relutavam em distribui-lo para pacotes básicos ou medianos.

Hoje já é o canal já é o preferido de muitos amantes do esporte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo