TV e Famosos

Sem Iozzi, Globo teme ainda mais perda de ibope no "Vídeo Show"

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

17/02/2016 09h51Atualizada em 17/02/2016 13h07

A saída de Mônica Iozzi do “Vídeo Show” está causando muito mais dor de cabeça à Globo do que qualquer executivo imaginava. O problema é que o programa já não se encontrava em boa fase, e a mudança na bancada, no momento, é temerária.

Inicialmente há em curso uma verdadeira guerra encarniçada nos bastidores, estimulada por pessoas interessadas em assumir a vaga de Iozzi.

Maíra Charken, que interpretou uma delegata em “Babilônia”, já seria a dona da posição, mas pessoas ligadas a outras atrizes como Mariana Santos e Letícia Lima afirmam que ambas ainda estão na disputa e com isso tentam solapar a escolha de Charken.

Para piorar, a emissora também se recusa a informar o nome da real substituta, assim como o diretor de Núcleo Boninho também faz mistério.

Para a Globo, porém, o maior temor é com a sistemática perda de audiência do “VS” no últimos cinco anos.

No ano passado, a situação se tornou oficialmente periclitante, com o crescente ibope do “Balanço Geral”, da Record, com Reinaldo Gottino, e, em especial, com o quadro “A Hora da Venenosa”.

Entre janeiro de 2015 e deste ano, o quadro comandado pela linguaruda Fabíola Reipert cresceu mais de 50% em audiência.

Este mês, até o último dia 16, o quadro está empatado com a Globo em 10 pontos de média. O “Balanço” inteiro, porém, perde por 7,1 x 9,7 pontos.

Além da Record, o “Video Show” tem assistido ao seu público antigo escoar para a TV paga. Dez anos atrás o programa dava médias superiores a 20 pontos.

No horário do programa, atualmente, os canais por assinatura estão perto de empatar em audiência (8,4 x 9,1). Em julho do ano passado, por exemplo, o ibope da TV paga já derrotou o programa da Globo por 10 a 9. Cada ponto vale por 69,4 mil domicílios na Grande São Paulo.

Esta semana o ator Joquim Lopes foi interino na bancada, ao lado de Otaviano Costa, e a repercussão não foi nada boa. A propósito, segundo esta coluna apurou em acesso a dados de um grupo de discussão, Otaviano também tem grande rejeição de parte do público do programa.

Algumas pessoas cotadas (e convidadas) para assumir a bancada, como Dani Calabresa, preferiram ficar de fora,

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo