TV e Famosos

Para Grupo Globo, venda de afiliada no Sul significa "vitalidade"

Divulgação
Venda de afiliadas em SB permitirá ao Grupo RBS se concentrar no Rio Grande, diz Globo Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

14/03/2016 14h27

A decisão da RBS em vender as afiliadas Globo em Santa Catarina “mara um momento de vitalidade e expansão. Aspas do Grupo Globo, em nota enviada a esta coluna.

O site Notícias da TV antecipou no último dia 7 que a RBS havia fechado a venda de seu patrimônio televisivo em SC para o grupo NC --que pertence aos empresários Lírio Parisotto (marido de Luiza Brunet) e Carlos Sanchez.

Para a Globo, as emissoras do grupo atravessam um “momento de expansão”. A empresa elogiou a atitude da RBS.

“A aquisição vai permitir que a RBS, histórico e importante parceiro da Globo, possa concentrar e fortalecer sua atuação no Rio Grande do Sul, ampliando seus investimentos e sua essencial contribuição para o desenvolvimento da economia gaúcha”, diz a nota.

Faltou acrescentar que Santa Catarina tem o público mais fiel da Globo em todo o Brasil.

A média de audiência na região metropolitana de Florianópolis é mais de 37% acima da média do restante do país e 47% superior à de São Paulo.

São quase 7 milhões de telespectadores, no total, em SC. A média de ibope em Floripa, nas 24 horas do dia, é de 18,4 pontos. Em São Paulo, por exemplo, é 12,6 pontos.

O catarinense não só é o maior fã da Globo no país em audiência mas também é um dos telespectadores mais assíduos do CAT (Centro de Atendimento ao Telespectador), central que informa preços e onde comprar peças e acessórios de personagens das novelas.  
Veja abaixo a nota do Grupo Globo, a respeito da venda realizada pela RBS:

“Movimentação nas emissoras que compõem a rede de afiliadas da Globo marca momento de vitalidade e expansão


O conjunto de emissoras de todo Brasil que compõe a Rede Globo passa por um momento de expansão e vitalidade. Hoje foi anunciado acordo entre os acionistas da RBS e os empresários Lírio Parisotto e Carlos Sanchez, do Grupo NC, juntamente com outros investidores, para a compra das operações de televisão, rádio e jornal que atuam sob a marca RBS em Santa Catarina.

A aquisição das operações de televisão, rádio e jornal que atuam sob a marca RBS em Santa Catarina parte de uma associação dos empresários para o desenvolvimento de negócios de mídia no Estado. Lírio Parisotto atua na área de mídia por meio de sua empresa Videolar e no setor de petroquímica a partir da Innova. Carlos Sanchez amplia o processo de diversificação de seus negócios, a partir do Grupo NC, um dos maiores conglomerados econômicos do país. Com a negociação, a RBS foca seus esforços de mídia no Rio Grande do Sul, onde o grupo empresarial foi fundado em 1957, com marcas jornalísticas como Zero Hora, Rádio Gaúcha e RBS TV.

Movimentações como essa reforçam para nós uma grande certeza no futuro. A aquisição vai permitir que a RBS, histórico e importante parceiro da Globo, possa concentrar e fortalecer sua atuação no Rio Grande do Sul, ampliando seus investimentos e sua essencial contribuição para o desenvolvimento da economia gaúcha. Além disso, traz novos investidores para o negócio de mídia. Isso coroa um momento de grande vitalidade da Rede Globo, com o fortalecimento da nossa atuação regional e de nosso foco na brasilidade e no desenvolvimento dos talentos, da programação e dos mercados locais, explica Willy Haas, diretor geral de Negócios da Globo.

Além das movimentações na região Sul, em abril iniciam-se as transmissões da TV Integração Uberaba, em Minas Gerais. A TV Integração se juntará ao grupo de 119 afiliadas da Globo em todo Brasil, ampliando para 124 as emissoras que formam a Rede Globo - 119 afiliadas e 5 emissoras próprias (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Recife).

A partir do mês que vem, moradores de 13 municípios do Triângulo Mineiro receberão o sinal da geradora de Uberaba, com telejornais exclusivos para a região e mais tempo na programação local. A TV Integração atua  nas regiões Centro-Oeste de Minas, Alto Paranaíba, Zona da Mata Mineira, Campo das Vertentes e Triângulo Mineiro, contemplando cerca de seis milhões de pessoas. ”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo