TV e Famosos

Record, SBT e RedeTV estudam abandonar medição do Ibope até 2020

Divulgação
RedeTV, Record e SBT pretendem ficar só com o sistema de medição da GfK até 2020 Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

28/04/2016 09h44

Pela primeira vez, não só uma, mas três emissoras abertas já consideram abandonar o contrato que mantêm há décadas com a Kantar Ibope --empresa que mede audiências das emissoras abertas e fechadas, além de rádios, em todo o país.

A  jovem holding criada por Record, SBT e RedeTV! pode levar as três emissoras a outras frentes de batalha, além da guerra que movem no momento contra operadoras de TV paga.

Agora, as três estudam deixar a Kantar nos próximos anos e ficar apenas com a medição da empresa alemã GfK, e ameaçam quebrar o monopólio de 40 anos do Ibope no Brasil. Para isso terão de apenas não renovar o contrato no próximo vencimento.

Segundo esta coluna apurou com exclusividade, executivos de Record, SBT e RedeTV! se reuniram no mês passado em São Paulo com o CEO mundial da empresa alemã GfK, que vai concorrer com a Kantar na área de audiência no Brasil.

Além de as três TVs abertas terem decidido manter os investimentos milionários na GfK --ao contrário do que fora divulgado na imprensa no mês passado--, as emissoras também traçaram um plano: por ora manterão ambos contratos, com GfK e com Kantar, mas o objetivo é ficar com apenas um --a GfK-- até 2020. Ou talvez até antes.

AFILIADAS

Esta coluna apurou que afiliadas do SBT e da Record já estão sendo avisadas informalmente de que, nos próximos meses, devem fazer “de tudo” para fechar contrato com a GfK. Na RedeTV! a ordem também é apressar os acertos com a GfK pelo país.

O argumento dos executivos das “três rebeldes” (como são chamadas jocosamente nos gabinetes de algumas operadoras)  é que, além da desconfiança em relação aos números e a metodologia do Ibope,  não há dinheiro suficiente para bancar dois  serviços, cujos contratos são caríssimos..

Por trás dessa decisão também há um espécie de confronto à TV Globo, a líder, que se recusou a bancar investimentos na instalação da GfK no país. A emissora se considera satisfeita com os resultados da Kantar Ibope.

Por isso, a saída eventual de Record, SBT e RedeTV! do Ibope  pode ser um golpe também nas pretensões da Globo em manter o status quo.

Com a medição “rachada”, no entanto, haverá uma outra “vítima”: os anunciantes, que não saberão mais no que e em quem confiar.

KANTAR IBOPE

Sobre os assuntos e apurações e citados nesta reportagem, o COO da Kantar Ibope Media, Antonio Wanderley, afirmou, por meio da assessoria de Comunicação da empresa:

"Todos os dias, o dia todo, nos dedicamos ao atendimento aos nossos clientes. Deixá-los satisfeitos com a qualidade da nossa entrega é o nosso foco. Hoje estamos totalmente integrados à Kantar Media e fazemos parte da maior operação de medição de audiência do mundo, presente em mais de 40 países, com acesso a tecnologias de ponta. Confiamos que a nossa constante dedicação, alinhada à política de transparência e à garantia dos processos de auditoria, fará com que os clientes permaneçam conosco. Assina: Antonio Wanderley)"

ATRASOS DA GFK

A empresa alemã GfK está instalada e mede audiências em vários países ao redor do mundo. No Brasil ela está há dois anos implantando um novo sistema de medição, com nova metodologia, aparelhos e, segundo afirmam, a pretensão é apurar resultados com maior precisão que a atual (leia-se: do Ibope).

Os primeiros resultados deveriam ter sido divulgados no ano passado, mas devido a uma série de atrasos e outros problemas técnicos e de validação por auditoria independente e internacional, foram feitos vários adiamentos.  Não há previsão de quando sairão os primeiros dados consolidados da GfK.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo