TV e Famosos

Globo vive crise de falta de atores; produção 'caça' elenco até na internet

Renato Rocha Miranda/TV Globo
Fabio Assunção e Marina Ruy Barbosa são atores que estão 'emendando' papéis na Globo Imagem: Renato Rocha Miranda/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

30/05/2016 13h59Atualizada em 02/06/2016 02h03

A Globo está enfrentando um problema incomum para uma emissora tão rica e que há décadas é líder mundial em produção de novelas: falta de atores e atrizes.

Além de estar repetindo com  frequência acima do historicamente normal a presença de seu elenco fixo contratado, há hoje uma falta crônica de crianças, adolescentes e negros.

No caso do elenco contratado (os chamados “medalhões”) o problema é que eles estão trabalhando muito mais que há anos atrás.

Antigamente, um ator que protagonizasse uma novela ou minissérie ficaria ao menos um ano fora do ar para o chamado "descanso de imagem".

Hoje, mal a novela acaba o ator já é escalado para outra produção: vide Alexandre Nero, Marina Ruy Barbosa e Fabio Assunção, entre outros.

O motivo disso foi a decisão de a Globo, tomada entre o final de 2013 e início de 2014, de reduzir seu imenso casting de atores fixos, e com isso reduzir custos (conforme esta coluna antecipou com exclusividade em 3 de março de 2014).

A Globo já chegou a ter um elenco de quase 700 atores. Hoje não há nem 300 contratados de longa duração. O restante faz contrato por obra. 

FALTA DE CRIANÇAS

Sobre os atores mirins, teens e negros, o problema é que boa parte dos candidatos oferecidos pelas agências de elenco à emissora acaba sendo descartado. Com isso, produtores estão apelando para redes sociais na “caça” por esses artistas.

Facebook, twitter e até Linkedin são usados para esse fim. Muitas vezes, sem sucesso.

Outro problema é que a maioria absoluta dos atuais produtores de elenco da casa estão há pouco tempo na área. A emissora perdeu quase todos os veteranos nos últimos anos.

O que mais falta à Globo, no momento, são artistas mirins. Daí o antigo assédio da emissora a promessas da concorrência, como Larissa Manoela, do SBT.

Uma coisa que também não ajuda é o fato de as últimas crianças contratadas para “Velho Chico”, por exemplo, terem sido “limadas” da história pela direção da novela. Isso irritou pais, mães e frustrou os pequenos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo