TV e Famosos

Globo chega a ter audiência até 50% maior na GfK do que no Ibope

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

04/08/2016 07h30

Dados e acessos inéditos às medições de audiência em tempo real em São Paulo, tanto do Ibope quanto da GfK, mostram diferença de até 50% entre as medições em alguns horários do dia.

Conforme esta coluna antecipou no ano passado, há muita diferença entre as medições em algumas faixas, que varia de 10% até 50%, segundo acompanhamento em tempo real --das duas medições-- feito pela coluna esta semana.

No início da madrugada desta terça (2), por exemplo, enquanto o Ibope dava liderança isolada à Band e seu “Masterchef” (Grande SP), com 8,9 ponto, a Globo vinha como vice com apenas 6,9 pontos.

Só que na medição GfK, no mesmo momento, a Globo tinha 10,3 pontos e era justamente a Band que vinha em segundo, com 9,7 pontos

Trata-se de uma grande diferença, pois o Ibope aqui registrou 49,2% menos pontos para a Globo, deixando-a em segundo lugar. Ou seja, quase 50% menos. No GfK, porém, a Globo era líder isolada e a Band é que era segunda colocada.

Outro exemplo: última segunda-feira à tarde, às 14h23, enquanto a Globo marcava 9,4 pontos no Ibope com o “Vídeo Show”, no GfK ela marcava 11,8 (ou 25% mais que a medição concorrente).

Essa diferença vem se repetindo em outras faixas horárias, inclusive nas manhãs, e, embora ainda não haja uma massa de dados compilados, já é possível afirmar que há diferenças significativas entre as duas medições também na média das 24 horas do dia, ou em praticamente todas as demais faixas e dias, independentemente do recorte.

No caso do SBT também os registros do GfK mostram audiência maior que o apurado pela Kantar Ibope atualmente.

No caso da RedeTV!, em alguns minutos observados, o resultado da GfK chega a ser quase o dobro do medido pela Kantar Ibope.

Uma das hipóteses para GfK e Ibope não falarem a “mesma língua” é que há diferenças de metodologia entre as empresas; outra hipótese pode se dever ao fato de o GfK, durante o acompanhamento feito pela coluna, estar mensurando aproximadamente 150 domicílios a mais que o Ibope na Grande SP. Pode não parecer muito, mas isso sempre pode trazer novidades ou indicar novos comportamentos.
 

Twitter: @feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo