Coluna

Ricardo Feltrin

Fim de sinal analógico no DF eleva ibope de Band e Record; TV paga cai

Reprodução/optimisman
Brasília é a primeira região do país a encerrar transmissão de TV por sinal analógico Imagem: Reprodução/optimisman
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

30/11/2016 07h11Atualizada em 30/11/2016 16h02

Estudo exclusivo obtido pela coluna mostra os primeiros impactos do fim do sinal analógico em Brasília e região (incluindo o Distrito Federal) .

Uma comparação na faixa horária das 7h à 0h, feita em período anterior ao desligamento do sinal digital na região com  os dias posteriores a ele, mostram que a Band ganhou quase 26% em pontos.

De 0,9 ponto registrados entre 4 de novembro e 13 de novembro (fim da era analógica), a emissora da família Saad passou a registrar 1,2 ponto entre 18 e 27 de novembro (era digital).

A Record também teve um pequeno crescimento, de 6,7% (passou de 6,4 pontos para 6,9 pontos) na região.

Já a Globo manteve-se praticamente estável: de 17,2 pontos passou para 17,1 pontos (-0,7%).

Quem mais caiu foi o SBT, de 7,0 para 6,3 pontos, ou seja, cerca de 9,5%

Um dado que chamou a atenção dos especialistas foi que a TV por assinatura na região de Brasília caiu de 10,8 pontos para 10,4 pontos (-4%) nos primeiros dias após a mudança para transmissão digital.

No DF, cada ponto de audiência equivale a 9 mil domicílios.

Brasília, DF, cidades-satélite e algumas cidades goianas no entorno compõem a primeira região do país a desligar definitivamente o sinal analógico das TVs, que agora é transmitido somente por tecnologia digital.

Os números iniciais do estudo não são conclusivos. Ou seja, ainda não é possível determinar com exatidão o que levou o SBT a sofrer uma queda de 9,5% entre a era analógica para a digital; ou o motivo da pequena perda de público da TV paga.

Uma hipótese é que a TV de Silvio Santos seria a emissora aberta com maior público “analógico”, e que o fim desse sinal afetou diretamente suas marcas. Mas a confirmação (ou negação) dessa possibilidade só poderá ocorrer quando mais regiões trocarem o sinal também.

No caso da variação negativa da TV paga, vale dizer que esse é um fenômeno que ocorreu também nos EUA quando do desligamento do sinal analógico por lá.

@feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo