Coluna

Ricardo Feltrin

Ibope dos canais por assinatura no Brasil cresce 24% em dois anos

Shutterstock
Audiência dos canais por assinatura só faz crescer nos últimos anos Imagem: Shutterstock
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

08/12/2016 06h03Atualizada em 08/12/2016 14h55

A audiência dos canais por assinatura no Brasil saltou de 6,6 pontos em 2014 para 8,2 pontos este ano (média até o mês passado). Nesse sistema de medição, que começou a ser feito apenas em 2014, todos os canais abertos (VHF e UHF) são excluídos e observa-se exclusivamente a programação da TV paga.

Então, em pontos, os canais pagos cresceram pelo menos 24% nos últimos dois anos, a despeito da crise econômica e de o volume de assinaturas estar estagnado nesse período.

Os dados se referem à medição feita em todo o Brasil (o chamado Painel Nacional de Televisão) pela Kantar Ibope, nas 24 horas do dia. São números consolidados. Cada ponto equivale a cerca de 240 mil domicílios. 

Outro número que chama a atenção no setor é que a participação dos canais pagos no universo de TVs ligadas continua crescendo: subiu cerca de 7% em um ano (média de janeiro a novembro de 2015 com janeiro-novembro de 2016).

No ano passado, nas 24 horas do dia, a participação (share) só de canais pagos no total de TVs ligadas era de 20.4%. Ou seja, de cada cinco aparelhos ligados, um estava acessando a TV por assinatura. Essa porcentagem este ano já subiu para cerca de 22%.

Os canais abertos também cresceram em pontos nos últimos dois anos, mas menos do que os canais pagos.

Em pontos, o SBT cresceu 10% (5.0 para 5,5).

A Globo cresceu 8% (de 12,4 para 13,4) e a Record cresceu 6,38% (4,7 para 5,0).

A Band, por sua vez, se manteve em 1,5 ponto de média nas 24 horas do dia. E a RedeTV! também ficou este ano com 0,5 ponto de média --o mesmo resultado obtido no ano passado.

Veja as médias dos canais pagos 24 horas por dia por ano:

2014 - 6,6 pontos

2015 - 7,1 pontos

2016* - 8,2 pontos

*média janeiro-novembro

@feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo