Coluna

Ricardo Feltrin

Marcão ameaça processar Record em R$ 10 milhões; emissora não comenta

Divulgação/RecordTV
Marcão do Povo no Balanço Geral DF Imagem: Divulgação/RecordTV
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

26/01/2017 09h39Atualizada em 26/01/2017 18h21

O ex-apresentador do “Balanço Geral” edição DF Marcos Paulo Ribeiro de Morais, o Marcão do Povo, decidiu notificar extra-judicialmente a emissora para exigir o cumprimento de seu contrato de três anos (terminaria no segundo semestre de 2019).

Marcão foi demitido por justa causa no último dia 18, depois que chamou a cantora Ludmilla de “pobre macaca” por duas vezes, nos dias 9 e 17 de janeiro, durante quadro do "Balanço Geral".

Apesar da grande repercussão, somente no dia 18 a Record DF emitiu nota e informou que repudiava a atitude do apresentador e que optava em rescindir seu contrato.

Os advogados de Marcão, no entanto, afirmam que ela não poderia rescindir seu contrato unilateralmente por ao menos dois motivos:

1º) Eles alegam que o cliente não quis fazer uma ofensa racial, e que usou uma expressão regional (pobre macaca seria igual a pessoa muito pobre). Seria uma expressão tão comum como dizer que alguém “está com a macaca”;

2º) Mesmo que Marcão tivesse cometido um delito, a Record DF somente poderia lhe dar uma advertência ou até mesmo suspendê-lo, mas jamais demiti-lo sumariamente.

Marcão se desculpou publicamente com Ludmilla, mas insiste que foi mal interpretado.

Chamado pela emissora, ele  se recusou a assinar a demissão e agora ameaça com um processo que pode chegar a R$ 10 milhões, segundo esta coluna apurou nesta quinta-feira. A notificação extra-judicial é uma última tentativa do jornalista e ex-político em fazer um acordo amistoso.

Só de contrato ainda por cumprir Marcão teria de receber cerca de R$ 3,5 milhões, conforme antecipou o site Na Telinha, parceiro do UOL.

Caso a emissora mantenha a decisão, seus advogados deverão exigir o pagamento em dobro do contrato na Justiça Trabalhista, além de indenizações por danos materiais e morais na Justiça Civil.

Outro Lado

Procurada pela coluna, a Record disse que não vai se manifestar sobre o assunto.

Marcão é uma personalidade polêmica. Ex-apresentador da Band, ex-vereador e candidato a deputado estadual pelo Tocantins em 2010, ele já sofreu várias denúncias no passado e chegou a ter seus direitos políticos suspensos pela Justiça Eleitoral em 2010,  por abuso de poder econômico, conforme esta coluna informou com exclusividade no ano passado.

@feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo