Coluna

Ricardo Feltrin

Em 92% dos domicílios em SP há pelo menos uma TV digital, diz pesquisa

iStock
A região metropolitana de São Paulo, incluindo as camadas mais pobres, está pronta para o sinal digital Imagem: iStock
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

30/01/2017 12h15Atualizada em 30/01/2017 15h20

Uma pesquisa feita pela empresa Ibope Inteligência, cujos dados a coluna antecipa com exclusividade, revela que em 92% dos domicílios da Grande São Paulo existe pelo menos um aparelho de TV digital.

A pesquisa faz parte do cronograma de desligamento do sinal analógico de TV em São Paulo e em mais 30 cidades da região no próximo dia 29 de março.

Os dados mostram que entre 81% e 86% da população já estão prontos para receber o sinal analógico. Com a campanha digital  acelerando a partir de agora, a ideia é chegar à data-limite com ao menos 93% de preparo.

88%, segundo a pesquisa, estão cientes que o sinal será desligado.

Vale lembrar que 81% era o índice mínimo de "preparo" defendido pelas operadoras para dar sequência ao plano de desligamento do sinal analógico em dois meses . Porém, desde dezembro elas vêm pressionando o governo a prorrogar a data.
 
A pesquisa foi feita pelo Ibope para a Seja Digital, a entidade que representa as operadoras de telefonia no país.

Na Grande São Paulo, o índice de preparação  para o desligamento do sinal analógico é bem melhor que o de Brasília 60 dias antes da data de desligamento (que estava abaixo de 80%).

Segundo fontes ouvidas pela coluna, os números, que deverão ser divulgados até amanhã em São Paulo, dificultam (mas não impedem) a proposta das empresas pelo  adiamento.

A pesquisa mostra ainda que as classes mais pobres  (C, D e E) estão bem preparadas para não perder um lazer gratuito --a TV aberta-- em tempos de crise.

@feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo