Coluna

Ricardo Feltrin

Net diz que busca acordo com Record, SBT e RedeTV sobre sinal HD

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

22/03/2017 20h48Atualizada em 22/03/2017 20h53

Em comunicado oficial, a Net está informando aos seus assinantes da Grande SP que ainda não fechou acordo com Record, SBT e RedeTV sobre a continuidade desses canais em seus pacotes a partir do próximo dia 29, quando  será encerrada a transmissão de sinal analógico na região.

As três emissoras, representadas pela joint-venture Simba, exigem ser remuneradas pela cessão do sinal digital (HD) às operadoras. As operadoras somente remuneram Globo e Band, porque ambas estão na “cesta” de canais (abertos e pagos) que essas empresas cedem para os pacotes.

Já SBT, Record e RedeTV nunca receberam enquanto o sinal era analógico, mas a mudança em São Paulo encerra com essa “doação”.

O comunicado está sendo veiculado no canal 530 HD da Net.

“Temos acordo para distribuição dos canais de TV aberta Globo, Gazeta, Rede Gospel, Ideal TV, MegaTV, Rede 21, TV Cultura e Band, que seguirão com a transmissão normalmente após o desligamento do sinal analogico”, diz o texto.

Em seguida, a operadora diz que ainda não tem acordo com as TVs que integram a joint-venture Simba.

O comunicado termina com a Net informando que “permanece em busca de acordo” com esses canais.

Caso realmente cortem o sinal no próximo dia 29, as audiências de Record, SBT e RedeTV cairão, pois elas perderão um público telespectador estimado em 46 milhões de pessoas e 14 milhões de domicílios somente nas 15 principais regiões metropolitanas do país.

Facebook e twitter: @feltrinoficial 

 

Reprodução
Comunicado da NET sobre os sinais de Record, SBT e RedeTV! Imagem: Reprodução

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo