Coluna

Ricardo Feltrin

Sem sinal na TV paga em SP, canais Simba já perdem ibope na média nacional

Divulgação
Jornalista Adriana Araújo com Silvio Santos e Edir Macedo, os principais acionistas da empresa Simba Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

09/05/2017 09h15Atualizada em 09/05/2017 10h24

Mesmo tendo perdido dois dos maiores mercados de assinantes de TV do país --São Paulo e Distrito Federal--, Record e SBT fecharam o mês de abril ainda em sua posição habitual no ranking de audiência nacional --o Painel Nacional de Televisão mensurado pela Kantar Ibope.

Ou seja: a Record continua sendo o segundo canal mais visto da TV paga do país, com 4,29 pontos, e o SBT é o terceiro, com 3,10 pontos. A Globo lidera com 15,72 pontos.

Pelo PNT, cada ponto equivale a cerca de 240 mil domicílios sintonizados. A medição vale para a faixa entre 7h e 0h --o chamado horário comercial da TV-- e analisa a sintonia dos canais somente por meio da TV por assinatura.

Apesar de terem mantido a posição no  ranking, a situação dos canais do grupo Simba do ponto de vista de ibope é bem grave.

O impacto do corte de sinais no DF e em SP já se faz sentir também no país.

De março para abril, a Record perdeu 23% do ibope na média nacional dentro da TV paga. O SBT perdeu 15%. E a RedeTV! perdeu 23%. A RedeTV! já não tinha grande destaque no ranking (estava em 16º) e em abril caiu para 24ª posição (de 0,48 para 0,37).

Na Grande SP e no DF, sem exibição nas duas maiores operadoras, Net e Sky, os canais da Simba despencaram e perderam cerca de 40% do que tiveram no mês anterior ao corte de sinal (decidido pelos canais, e não pelas operadoras)

Detalhe: no país, a Globo também caiu um pouquinho (-3%), mas em São Paulo --sem as concorrentes-- sua média disparou 14%.

A Band, por outro lado, pode comemorar. Mas não chega a ser caso de soltar fogos de artifício. Na TV paga do país, a emissora passou de 1,49 para 1,62, um crescimento de 8%.

Veja ranking de audiência dos 20 canais mais vistos pela TV por assinatura PNT) em abril*:

1º - Globo - 15,72

2º - RecordTV - 4,29

3º - SBT - 3,10

4º - Band - 1,62

5º - Discovery Kids - 1,32

6º - Cartoon - 1,30

7º - SporTV - 0,74

8º - Megapix - 0,73

9º - Fox - 0,71

10º - Viva - 0,68

11º - Globonews - 0,64

12º - TNT - 0,59

13º - AXN - 0,57

14º - Universal Channel - 0,53

15º - Space - 0,52

16º - Fox Sports - 0,52

17º - Multishow - 0,51

18º - Gloob - 0,49

19º - Home & Health - 0,49

20º - Nicklodeon - 0,47

RedeTV! (24º lugar - 0,37) 

@feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo