Coluna

Ricardo Feltrin

Demora em renovação de contrato com Rodrigo Faro já assusta a Record

Click da Foto
Rodrigo Faro faz festa de confraternização com equipe de seu programa na Record Imagem: Click da Foto
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

14/05/2017 09h11Atualizada em 14/05/2017 11h02

O fato de Rodrigo Faro não ter renovado até o momento seu contrato com a Record é hoje a principal preocupação da emissora em relação a elenco e programação para 2018.

O contrato de Faro, considerado a maior estrela da casa, vence em 31 de dezembro. Emissários já o procuraram várias vezes nos últimos meses, mas até o momento ele não fechou acordo. Há outros contratos em vias de encerramento, como o de Cesar Filho e Marcos Mion.

Segundo a coluna apurou, a Record chegou a fazer uma (considerada) vantajosa proposta de mais cinco anos de contrato (até o final de 2022), mas o artista não se interessou, a princípio.

No ano passado, Faro foi visto no SBT, quando surgiram rumores de que poderia estar negociando um acordo com a TV de Silvio Santos, mas ele negou. Disse que fora negociar participação em comercial da Tele Sena e reafirmou que se sentia “realizado” na Record.

Conforme esta coluna antecipou com exclusividade no ano passado, Faro foi discretamente procurado não só por emissários do SBT, mas também da Globo.

A demora na renovação da Faro incomoda porque ele considerado uma peça-chave da programação, além de grande ímã de anunciantes.

Trata-se de um dos artistas com maior visibilidade na TV nos últimos anos, segundo o site Controle da Concorrência. Tem também um dos maiores cachês publicitários e salários da TV brasileira.

A última renovação de Faro com a Record ocorreu em 2010, ano em que disparou em audiência e teve o contrato refeito antecipadamente.

Essa também foi uma notícia exclusiva da coluna (assista aqui). É o contrato que ora se encerra.

@feltrinoficial

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo