Coluna

Ricardo Feltrin

Após joias e escola, Fátima Bernardes vira garota-propaganda da Natura

Reprodução/Globo
"Encontro com Fátima Bernardes", programa matinal e diário da Globo Imagem: Reprodução/Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

08/06/2017 06h03Atualizada em 08/06/2017 11h40

A jornalista e apresentadora Fátima Bernardes está nadando de braçadas no mercado publicitário.

Após 3 anos ela encerrou seu contrato com a Seara, mas não faltam novos anunciantes que querem seu rosto como símbolo de grifes.

Primeiro foi a Rommanel, que produz bijuterias de luxo; depois o sistema educacional Positivo.

E agora, na campanha de Dia dos Namorados, a ex-senhora Bonner é a nova garota-propaganda da Natura.

“A casa de perfumaria do Brasil”, diz a jornalista na nova campanha dos perfumes da empresa.

No caso da Seara, a estimativa de pessoas a par do mercado era que ela recebesse R$ 1,5 milhão por semestre.

No caso da Natura, a campanha não deve render menos de R$ 1 milhão a Fátima, hoje um dos nomes mais desejados da publicidade nacional.

Por enquanto a campanha “testemunhal” está sendo veiculado exclusivamente no “Encontro com Fátima”.

Pessoas contam histórias de amor e de perseverança, da batalha que tiveram para se unir às suas caras-metades.

@feltrinoficial

site Ooops

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo