Coluna

Ricardo Feltrin

Silvio Santos muda protocolo e pela 1ª vez termina Teleton sozinho no palco

Divulgação/SBT
Silvio Santos, idealizador da campanha de arrecadação Teleton, que completou 20 anos Imagem: Divulgação/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

29/10/2017 10h44Atualizada em 29/10/2017 10h44

Curiosamente pouca gente notou, mas, pela primeira vez em 20 anos, o Teleton terminou ontem sem a presença de uma infinidade de artistas, padrinhos ou madrinhas do evento, e nem sequer uma das filhas Abravanel no palco, junto ao pai.

Por decisão da direção do programa e do próprio Silvio, a ordem no encerramento foi de que o dono do SBT terminaria sozinho o Teleton, agradecendo aos doadores que colaboraram com a campanha --que superou a meta e arrecadou quase R$ 30 milhões.

A decisão pegou de surpresa alguns artistas que já se preparavam para o encerramento: havia uma multidão de convidados sedentos para encerrar a participação com chave de ouro, ao lado do patrão.

Segundo esta coluna apurou, a decisão nada teve a ver com o ego de Silvio, de que ele quisesse aparecer sozinho no palco. Mesmo porque ele jamais precisou disso. O palco e os holofotes, ele queira ou não, sempre são todos só para ele.

Mas foi uma forma de mudar a “mesmice” dos últimos 19 encerramentos, em que ficou muita gente no palco sem nada a dizer ou colaborar.

Leia mais

Nova grade da Record derruba audiência da emissora e ajuda SBT

Com atração diária, Fátima ganha só metade do que Fausto Silva

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops!

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo