Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Mulheres da Globo fazem ato anti-opressão e vestem preto neste dia 8

Reprodução/Instagram/caiapitanga
Atrizes e diretoras da Globo vestem camiseta "Mexeu com uma, mexeu com todas" (2017) Imagem: Reprodução/Instagram/caiapitanga
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

07/03/2018 21h04Atualizada em 07/03/2018 21h17

Mulheres dos departamentos artístico, jornalístico e até administrativo da Globo se mobilizaram para o Dia Internacional da Mulher.

Elas pedem que todas as mulheres da casa usem uma blusa ou camisa preta nesta quinta-feira.

A convocação foi feita por redes sociais e WhatsApp ontem.

“Oi, minas! Tudo bem?”, começa a mensagem enviada por whatsapp.

“As mulheres da Globo estão agitando uma ação para amanhã.

Como nem todas têm a camiseta “Mexeu com Uma, Mexeu Com todas”, para a gente se agitar e também protestar contra as diversas pequenas opressões que sofremos dia a dia, estamos combinando de vir de blusa preta neste 8 de março. Se vocês puderem também seria ótimo para engrossarmos esse caldo.”

As manifestantes, porém, deixam claro que não se trata de um protesto contrra a Globo, mas uma mobilização pela igualdade e “empoderamento” na sociedade em geral.

A coluna apurou que a “campanha” recebeu aprovação e adesão de boa parte das atrizes e jornalistas da casa.

No ano passado, as globais lançaram a campanha (por camisetas) "Mexeu Com Uma, Mexeu Com Todas", depois que o ator José Mayer foi denunciado por assédio sexual contra uma figurinista da casa. A emissora não só apoiou a iniciativa como afastou Mayer das novelas.

O ator se desculpou em comunicado.

LEIA MAIS

José Mayer sofre boicote de atrizes e continua na geladeira na Globo

Comentário: Caso Zé Mayer é só a ponta do iceberg no mundo da TV

Ator admite que passou dos limites e pede desculpas

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops