Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Após crise, reunião no SBT vai decidir futuro da equipe do "Fofocalizando"

Reprodução/SBT
Leo Dias , repórter e colunista do "Fofocalizando", durante o Troféu Imprensa Imagem: Reprodução/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

20/03/2018 07h11Atualizada em 24/03/2018 07h21

Brigas e picuinhas entre participantes, acusações de estrelismo, queixas e exigências de igualdade salarial, lavação de roupa suja em redes sociais, afastamento compulsório de integrantes.

Pode-se dizer qualquer coisa, mas o programa vespertino “Fofocalizando”, do SBT, está fazendo jus ao próprio nome: tem sido uma usina de fofocas e um prato cheio para o noticiário de TV.

Além da já declarada antipatia mútua entre participantes como Mara Maravilha e Lívia Andrade, o programa pode ter uma semana decisiva, quando o colunista e repórter Leo Dias retornar de uma licença “compulsória”.

Leo, principal responsável pela apuração de notícias exclusivas do programa, deixou o grupo no final de semana passada e vai ter reunião agendada com diretores do SBT nesta quinta, para decidir seu futuro.

Na semana passada ele se revoltou com problemas técnicos ocorridos durante uma entrevista que fazia com o cantor Gusttavo Lima.

Ao vivo, chegou a desabafar: “A culpa não é minha e pode ser meu último programa, tá, gente?”

Aliás, com a entrevista, o programa atingiu 6 pontos de audiência em São Paulo, uma das maiores já registradas

Após o programa, Léo se afastou e até ontem estava descansando em Fortaleza, sem falar com a imprensa.

Embora alguns executivos do SBT quisessem demiti-lo imediatamente após ele se queixar em redes sociais do próprio programa, acabou vencendo (por enquanto) uma opção mais apaziguadora na emissora.

Como o programa é um projeto pessoal de Silvio Santos e, na medida do possível, vem dando razoáveis resultados, ficou acertado que haverá uma conversa com o repórter e com os demais integrantes antes de novas medidas serem tomadas.

Segundo a coluna apurou, uma das queixas do jornalista é também o fato dele ter o menor salário entre todos os participantes.

Lívia Andrade, por exemplo, receberia cerca de R$ 35 mil mensais (porém ela trabalha também aos domingos no “Programa Silvio Santos”);

Leão Lobo receberia cerca de R$ 25 mil --o mesmo que Mara,  Mamma Bruschetta e Decio Piccinini (que também tem segunda jornada no Ratinho).

Já Leo Dias receberia cerca de R$ 15 mil mensais.

LEIA MAIS

Mara e Lívia Andrade sobem o tom nas críticas e causam racha no SBT

Vamos ver quem sente mais falta, diz Leo Dias após polêmica em programa

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!