Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

"Fofocalizando" do SBT acusa Sonia Abrão de desleal e declara guerra

Marcelo Justo/UOL
Gretchen virou pivô da guerra entre SBT e RedeTV Imagem: Marcelo Justo/UOL
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/04/2018 10h44Atualizada em 04/04/2018 10h48

Aparentemente começou a acabar a lua de mel entre duas das empresas do grupo Simba.

Há um clima de revolta na produção do “Fofocalizando”, do SBT, contra a RedeTV!

O cerne da disputa é a cantora Gretchen. Anteontem, Léo Dias, do programa de fofocas do SBT, conseguiu uma entrevista exclusiva com a cantora e rainha dos memes.

Combinaram horário e fariam a entrevista via Skype.

Só que a ligação mal foi completada e já caiu. A produção de Sonia Abrão atenta, aproveitou a deixa para ligar ao mesmo tempo e conseguiu “furtar” a entrevistada para a RedeTV!

Isso causou uma forte reação não só nos corredores SBT, mas também nos chamados “sbtistas” (os fanáticos torcedores do SBT), que ficaram revoltados.

Um deles chegou a enviar uma mensagem nervosa para Elias Abrão, irmão de Sonia, acusando a RedeTV! de ter “sequestrado” Gretchen.

Sem perder o bom humor, Elias Abrão, superintendente artístico da RedeTV, ironizou a resposta:

“Não posso falar agora porque estou preso na delegacia anti-sequestro.”

A coluna apurou que o SBT achou a estratégia uma verdadeira “falta de ética” ´por parte do programa da RedeTV!

Ficou decidido no SBT que, a partir de agora, entrevista por Skype só em último caso.

Também fatos envolvendo os artistas da RedeTV! deverão tomar uma “gelada” do “Fofocalizando”, exceto se for para publicar notas negativas.

A produção de Sonia Abrão, porém, afirmou que não fez nada de irregular ou anti-ético. Apenas aproveitou uma oportunidade de entrevista, que também já estava prevista.

LEIA MAIS

SBT festeja 1 ano à frente da Record e tem melhor trimestre desde 2006

Rescisão de contrato de Waack custou mais de R$ 3,5 milhões à Globo

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!