Coluna

Ricardo Feltrin

Nova atração matinal da Band, "Superpoderosas" empata com Rede Vida

Reprodução/Twitter/Band
Cenário do programa "Superpoderosas", na Band Imagem: Reprodução/Twitter/Band
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

10/04/2018 10h16Atualizada em 10/04/2018 10h16

A ideia pode até ser boa, mas a recepção inicial do público foi um fiasco. A estreia do programa “Superpoderosas”, na Band, voltado à mulher, rendeu ontem apenas 0,4 ponto de audiência na Grande SP, segundo dados prévios da Kantar Ibope Media (pode haver alguma variação).

Com isso o programa começou em sétimo lugar em audiência na TV aberta, empatado com a TV católica Rede Vida.

Durante minutos, no ibope em tempo real, o programa chegou a dar apenas 0,1 ponto.

Apesar de ser vendido como “inovador”, o programa se baseia no clichê do “empoderamento” feminino nos dias atuais.

Trata-se de um projeto de Ana Paula Padrão, apresentado pela repórter Natália Leite.

A atração se fundamenta na Escola de Você, que oferece cursos e oficinas para mulheres.

Na estreia o programa teve ainda a participação da ex-global Carolina Ferraz.

A emissora optou pelo horário matinal já que, historicamente, seria o que tem mais presença feminina diante da TV.

Porém, o “Superpoderosas” parece deslocado e empacotado entre duas atrações sem qualquer relação: o “Cozinha do Bork” e o futebolístico “Jogo Aberto”.

A produção enfrentou percalços e a estreia foi adiada por uma semana. No horário do programa ontem a audiência ficou assim na Grande SP, onde cada ponto vale por cerca de 72 mil domicílios sintonizados:

Globo - 8,2 pontos
Record - 5,6 pontos
SBT - 4,9 pontos
TV Cultura - 1,5 ponto
RedeTV - 1,2 ponto
TV Gazeta - 0,7 ponto
Band - 0,4 ponto
Rede Vida - 0,4 ponto

LEIA MAIS

Band lança programa para mulheres "superpoderosas"... feito por homens

Masterchef perde público e dá sinais de saturação em quase todo o país

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo