Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Silvio ignora conselho médico, força ritmo e grava quase 8 horas seguidas

Reprodução/TV Globo
Silvio Santos durante gravação de seu programa Imagem: Reprodução/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

07/05/2018 12h06

Aos 87 anos, Silvio Santos é aquele típico paciente teimoso que não ouve nenhuma recomendação médica (ou da família) e faz tudo sempre do seu próprio jeito.

Na última quinta-feira ele estava abatido por uma forte gripe. Ouviu pela enésima vez a recomendação médica de que deveria repousar e diminuir o ritmo de trabalho. Afinal, não é mais nenhum garoto.

Dois dias depois, no sábado, já se sentindo melhor, Silvio chegou "elétrico" por volta das 8h30 no Complexo Anhanguera, começou a gravar às 9h e só parou quando passava das 17h.

Silvio gravou o “Jogo das 3 pistas” (com Danilo Gentili e Raquel Sheherazade), o “Sorteio da Tele Sena”, o “Pião da Casa Própria”, além de novos quadros para seu programa.

Com a equipe cansada, Silvio fez um breve intervalo para o almoço, mas praticamente nem saiu do palco. Só comeu algumas frutas e bebeu um suco.

Ontem, domingo, ele não gravou, mas acompanhou à distância à gravação do primeiro piloto do “Topa ou Não Topa”, que deverá ser apresentado por Patrícia Abravanel.

Quem gravou o piloto e fez testes de luz, no entanto, foi o apresentador Luis Ricardo.

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops