Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


"Música de abertura do 'JN' cai como bigorna na cabeça", diz Carla Vilhena

Greg Salibian/Folhapress
Carla Vilhena é a convidada de amanhã no "The Noite" com Danilo Gentili, no SBT Imagem: Greg Salibian/Folhapress
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

2018-05-28T13:50:00

28/05/2018 13h50

A entrevistada desta terça (29) no “The Noite”, do SBT, é a ex-âncora da Globo Carla Vilhena.

Em entrevista a Danilo Gentili, a jornalista revela que nunca imaginou que ficaria na frente das câmeras, e que seu sonho era ter sido engenheira mecânica, e não jornalista.

“Sempre adorei motores e carros, mas não dou pra (entender) matemática de jeito nenhum”, disse.

Em janeiro deste ano, Carla, 50 anos não aparentes, deixou a Globo. Ela entrou na emissora em 1984 e, desde então, só teve uma breve passagem pela Band, em 1997.

Além de repórter especial, também era chamada para ocupar a bancada do “Jornal Nacional” aos sábados.

Na entrevista, ela revela o pavor que sentia quando começava a musiquinha de abertura daquele que já foi considerado o principal telejornal do país.

“Aquela música tem um peso. Gela. Ela cai como uma bigorna na sua cabeça. Você tem medo de tossir, espirrar, tudo.”

Carla disse que foi a primeira vez na vida que pisou no SBT, e que seu grande sonho --não realizado-- era conhecer Silvio Santos pessoalmente.

“Ah eu queria conhecer o Silvio também, aproveitar a vinda aqui”, disse a Gentili.

“Desde criança, sou fã dele. Meu sonho é que ele vire pra mim e diga: Quem é essa Carla?”

O "The Noite" vai ao ar diariamente entre 0h30 e 1h.

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops