Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Band exclusivo: Getúlio construiu base de submarinos nazistas no Sul

Divulgação
Getúlio Vargas em março de 1940, na inauguração de base de submarinos destinada aos nazistas Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

05/06/2018 16h41

A Band vai começar a mudar os livros de história brasileira amanhã (06) numa série de reportagens exclusivas do jornalista Sandro Barboza para o “Jornal da Band”.

O repórter descobriu fatos inéditos a respeito das alianças políticas do Brasil na 2ª Guerra, no governo Getúlio Vargas --antes de o país ter apoiado os Aliados e até enviado tropas à Itália..

O jornalista vai revelar documentos inéditos que provam que Vargas não apenas simpatizava com o Eixo (Alemanha, Japão e Itália), mas que manteve relação de “estreita amizade” com Adolf Hitler entre as décadas de 30 e 40..

Foi essa simpatia que levou à abertura de um partido nazista no Brasil.

Pior ainda: durante os 45 dias em que apurou a história, Sandro descobriu também que Vargas construiu uma base destinada a servir submarinos nazistas em Santa Catarina em março de 1940.

Ele criou toda ainfra-estrutura necessária para que os nazistas pudessem se abastecer de óleo diesel e fazer reparos eventuais nos submarinos.

A foto que ilustra esta reportagem é do dia da inauguração (março de 1940). Barboza obteve até o cardápio do almoço de Vargas nesse dia.

A série “Marcas do Nazismo “ começa amanhã à noite no “Jornal da Band” e vai até sábado.

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops