Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

"Milagres de Poliana": Audiência do SBT dispara 25% em horário nobre

Lourival Ribeiro/SBT
Sophia Valverde e Igor Jansen são Poliana e João, protagonistas de "As Aventuras de Poliana" Imagem: Lourival Ribeiro/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

25/06/2018 06h03

Maior investimento da história do SBT em dramaturgia, “As Aventuras de Poliana” não aumentou a audiência só durante o seu horário de exibição, mas em toda a chamada faixa nobre (18h à 0h).

Somente em seu horário, “Poliana” elevou a média de ibope do SBT em 61% na comparação com o mês imediatamente anterior à estreia: a emissora passou de 9,7 pontos para 15,1 pontos.

Mais que isso, também fez o ibope do SBT disparar 25% no horário nobre na Grande São Paulo, principal mercado publicitário do país.

Os dados são consolidados da Kantar Ibope Media, obtidos pela coluna.

Nessa faixa de seis horas de duração, o SBT passou de 8,4 pontos para 10,5 pontos (veja dados  detalhados abaixo).

Cada ponto em SP equivale a cerca de 72 mil domicílios sintonizados, segundo a metodologia da Kantar Ibope.

Notavelmente, o efeito do que já está sendo chamado de “os milagres de Poliana” se faz sentir não só nas atrações que sucedem a novela, mas também nas que a precedem (ou seja, tem mais gente sintonizando a emissora antes e depois).

Aliás, conforme esta coluna informou no mês passado, "As Aventuras de Poliana" é não só a novela mais cara já feita pelo SBT, mas sua maior aposta contra a Globo, que também estava estreando "Segundo Sol".

Pois bem, pode ser que seja coincidência, mas, desde que a novela estreou, o ibope da Globo já caiu 21% no horário da novela (de 38,8 para 30,7 pontos) e 13% em toda a faixa nobre (de 28,5 para 24,7 pontos). 

PEDE AUMENTO, DONA ÍRIS!

A verdade é que a autora da trama, Íris Abravanel, poderia até pedir aumento ao marido: afinal ela está impulsionando a emissora na faixa horária mais cara da TV brasileira.

Veja abaixo quanto cresceu em porcentagem cada atração do SBT na comparação 27 dias antes e 27 dias depois da estreia de “As Aventuras de Poliana” (na Grande SP, em pontos de ibope):

“SBT Brasil”: +18%
“Carinha de Anjo”: +32%
“Aventuras de Poliana”: +61%
“Chiquititas”: +45%
“Programa do Ratinho”: +20%
“Pião da Casa Própria”: +23%
“A Praça é Nossa”: +2%
“Tela de Sucessos”: +6%
“Cine Espetacular”: +15%
“Conexão Repórter”: +12%
“The Noite”: +15%