Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Equipe de esportes da Globo poderá fazer publicidade; emissora confirma

Reprodução/Instagram
Casagrande, Galvão Bueno e Arnaldo Cezar Coelho cobrem a Copa da Rússia para a Globo Imagem: Reprodução/Instagram
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/07/2018 07h02

Nas próximas semanas a TV Globo vai anunciar a liberação dos profissionais de sua equipe de esportes para fazer publicidade e merchandising em praticamente todos os tipos de mídia. A emissora confirma.

A liberação inclui apresentadores, narradores, comentaristas e até mesmo repórteres.

A emissora ainda avalia a data para a liberação “oficial”, mas já antecipou com com exclusividade à coluna que está em fase final de “estudos e testes” para iniciar o processo.

“Uma das frentes da unidade de Esportes é ampliar o olhar sobre novas oportunidades junto aos clientes”, disse a Globo, por meio de uma assessoria de imprensa destacada para o setor.

“Já estamos estudando/testando possibilidades de formatos publicitários junto ao nosso elenco para definir uma política condizente com o olhar do departamento”, conclui a nota.

FORA DO CHAPÉU DO JORNALISMO

A liberação para a publicidade atende a uma demanda antiga de estrelas esportivas da casa.

Essa demanda começou por volta de outubro de 2016, quando a própria Globo decidiu separar o  departamento de Esportes do Jornalismo. Até então a produção da equipe esportiva estava subordinada à direção jornalística. Não mais.

“Celebridades”  como Galvão Bueno, Cléber Machado, Arnaldo Cezar Coelho, Casagrande e Luiz Roberto, entre outros, há anos são sondados por empresas para protagonizar comerciais.

Segundo a coluna apurou, mesmo com a liberação, os profissionais não poderão fazer comerciais para o que  bem entenderem. Nada disso.

Antes, todas as propostas deverão passar pelo crivo da direção da casa, que poderá ou não aprová-las (e até mesmo exigir alterações nas peças).

A Band há anos permite que seus profissionais de esportes façam publicidade e “merchan”, inclusive repórteres.

Desde que, nesse caso, a peça seja veiculada somente na própria emissora (por enquanto).

LEIA MAIS

Em comunicado, Globo alerta repórteres até sobre 'WhatssApp de família'

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops