Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

TV paga já perdeu mais de meio milhão de assinantes em um ano

Getty Images
Brasileiro enfrenta crise econômica cortando gastos; entre eles, o pacote de TV por assinatura Imagem: Getty Images
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/10/2018 09h09

Dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) mostram que o setor de TV paga no Brasil segue enfrentando seu pior momento desde a implantação no país, no início da década de 90.

Agosto terminou com 17,79 milhões de contratos ativos. Esse número representa 536 mil assinantes a menos do que exatamente um ano atrás.

As quatro maiores operadoras detêm 17,20 milhões de assinantes: a Net Claro tem 8,9 milhões, a Sky tem 5,2 milhões, a Vivo conta com 1,6 milhão e a Oi já encosta com 1,57 milhão.

As pequenas operadoras do país somadas têm 503 mil assinantes.

De todas --grandes e pequenas--, somente a Oi tem crescido: ganhou 126 mil novos contratos nos últimos 12 meses.

Como esta coluna publicou no mês passado, além de sua base de assinantes a TV paga também vem perdendo audiência.

Desde o final de 2014 o setor de TV paga no país já perdeu mais de 10% de sua base de assinantes.

LEIA MAIS

Operadora "evangélica" de TV paga afunda com crise econômica

TV paga perde ibope e quase 100 mil assinantes só em 2 meses

Canal levará 2 brasileiros para cruzeiro no Caribe com Irmãos à Obra

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops