Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

RedeTV ultrapassa SBT na internet, surpreende e irrita Silvio Santos

Reprodução/SBT
Silvio Santos não gostou de perder a liderança em número de inscritos no YouTube Imagem: Reprodução/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

09/10/2018 11h25

Silvio Santos levou um susto dias atrás enquanto observa os números das redes sociais do SBT.

O penúltimo relatório que ele havia recebido apontava que o SBT era a TV aberta com o maior canal do mundo no YouTube, então na marca dos 6 milhões de inscritos.

O último relatório, porém, escondia uma péssima novidade: silenciosamente, graças ao sucesso do “Encrenca”, do jornalismo e de outros conteúdos exclusivos para seu canal oficial, a RedeTV ultrapassou o SBT.

Enquanto o SBT nesta terça-feira tem 6,117 milhões de inscritos, a RedeTV já conta com 6,162 milhões. E segue crescendo a uma taxa que chega a 20 mil inscritos num dia.

O surpreendente é que em janeiro a RedeTV tinha apenas cerca de 800 mil inscritos.

Silvio ficou inicialmente surpreso, e depois irritado com a “novidade”.

A princípio alguém chegou a suspeitar em “robôs” atuando para beneficiar a RedeTV, mas essa hipótese logo foi descartada após análise do conteúdo rival.

Mas o dono do SBT não quer jogar a toalha, segundo a coluna apurou.

Ele determinou reforço e mais conteúdo exclusivo para o YouTube e mais investimento, principalmente, em “fofocas”. Hoje há um subcanal, chamado “Direto da Redação”, dedicado apenas a isso.

Para efeitos de comparação, a Globo no YouTube tem apenas 1,649 milhão de inscritos. A Record, menos ainda: 995 mil.

A diferença é que essas duas emissoras estão investindo pesado em um serviço de streaming, enquanto SBT e RedeTV não têm dinheiro para investir nessa tecnologia e optaram em bombar seus canais numa plataforma já pronta.

LEIA MAIS

Globo quer fazer propostas para Maísa Silva e Larissa Manoela

Opinião: Domingo virou dia da apelação e choradeira na TV aberta

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops