Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Rejeição inédita de público derruba "Amor & Sexo" em todo o país

Ney Coelho/TV Globo
Fernanda Lima no comando de "Amor e Sexo", que chega à 11ª temporada Imagem: Ney Coelho/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

11/10/2018 00h27

Poucas vezes a Globo deve ter tomado um susto tão grande na estreia de temporada de um de seus programas. "Amor & Sexo" voltou ontem pelo 11º ano e marcou não só a pior audiência da história em São Paulo, mas em todo o Brasil.

Em algumas regiões, como Florianópolis, o programa caiu de uma média de 20 pontos no ano passado para 8 pontos ontem -uma queda de 60%.

Em Porto Alegre, caiu de 22,7 pontos no ano passado para 12,7 agora.

Na média nacional (Painel Nacional de Televisão), que soma as maiores regiões metropolitanas do país, "Amor & Sexo" caiu de 16,7 pontos de média no ano passado para 10,4 pontos.

Vários podem ser os motivos: o esgotamento do formato e da pauta; modificações no formato e conteúdo; a "onda conservadora" que assola o país.

Veja comparação de como foi a estreia de "Amor & Sexo" em 2017 e ontem (14 regiões do país). Em pontos de ibope

Médias da estreia em 2017 e 2018

PNT - 16, 7  e 10,4

SP - 15,9 e 10,4

Rio - 19,0 e 13,8

BH - 13,7 e 7,4

Porto Alegre - 22,7 e 12,7

Salvador - 16,7 e 9,1

Recife - 19,4 e 8,8

Curitiba - 16,4 e 9,7

DF - 13,0 e 10,0

Goiânia - 7,6 e 4,6

Campinas - 14,8 e 6,7

Vitória - 18,4 e 9,5

Belém - 19,6 e 12,5

Manaus - 15,7 e 10,9

Floripa - 19,9 e 8,0

LEIA MAIS

Notícias da TV: "Amor & Sexo" reestreia com pior ibope e fica em 2º

Saída de Porchat causa mágoa e "racha" opiniões na cúpula da Record

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops