Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Câncer regride 60% e Beto Barbosa pode ser operado em dezembro

Reprodução/Instagram
Beto Barbosa em sessão de quimioterapia contra o câncer Imagem: Reprodução/Instagram
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

27/10/2018 13h11

O tratamento quimioterápico do cantor e compositor Beto Barbosa, 63 anos, está surtindo efeito.

Ele já fez seis sessões de quimioterapia e ainda faltam duas. Os médicos da Beneficência Portuguesa, em São Paulo, estão otimistas.

O câncer regrediu cerca de 60% com as aplicações até agora.

A doença atingiu bexiga e próstata. A primeira deve ser “reconstruída” e a segunda, retirada.

O objetivo da equipe médica é fazer a doença regredir ao máximo possível nas próximas duas sessões, de forma que Beto possa ser operado ainda este ano, possivelmente em dezembro.

Leia também 

O artista tem bastante fé e tem pedido orações para seus fãs em redes sociais.

Apesar de tudo, continua trabalhando no limite possível a não prejudicar o tratamento. Após breve pausa Beto já tem shows marcados no próximo mês.