Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Silvio estuda Fofocalizando maior, menos novelas e jornalismo à tarde

Gabriel Cardoso/SBT
Lívia Andrade é uma das apresentadoras do "Fofocalizando" Imagem: Gabriel Cardoso/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

01/11/2018 19h04

O dono do SBT está descontente com a grade vespertina da emissora. Especificamente, com a performance das novelas mexicanas.

Segundo dados de setembro do ibope, a Record fechou outubro com média de 7,6 pontos na Grande SP, contra 6,9 do SBT na faixa das 12h às 18h.

A Record ampliou a diferença em relação a setembro quando foi vice com 6,9 pontos contra 6,5 do SBT. Cada ponto vale por cerca de 72 mil domicílios.

Ontem, as novelas mexicanas, por exemplo, chegaram a dar menos da metade que o “Cidade Alerta” de Luiz Bacci.

Uma das medidas já tomadas pelo “patrão” foi o corte de quase 100 capítulos da novela “Que Pobres Tão Ricos” e sua substituição por “Tereza”, que também não está “abafando” na audiência.

Em estudo, a emissora pode ampliar o tamanho do “Fofocalizando”, programa que o próprio Silvio foi idealizador e já está decolando no ibope.

Também há, como esta coluna informou em junho, a possibilidade de o SBT ampliar seu jornalismo nas tardes, e o projeto para ressuscitar o “Aqui Agora” segue em análise.