Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Silvio apressa fim de "Carrossel" e compra série de 1.000 capítulos

Cena da novela mexicana "Rosa de Guadalupe", que foi adquirida pelo SBT - Reprodução
Cena da novela mexicana "Rosa de Guadalupe", que foi adquirida pelo SBT Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

31/01/2019 11h43

Conforme esta coluna antecipou em dezembro, toda vez que Silvio Santos tira férias o SBT entra em estado de tensão permanente. O motivo é que o dono do SBT parece ficar "atacado" e ter mil ideias para mudar a programação de sua emissora sempre que viaja.

Não é a primeira vez e não será a última.

Leia mais:

Instagram deleta contas com milhões de seguidores do SBT

Casamentos do "Fábrica" este ano serão nos jardins do SBT

A nova "decisão" do dono do SBT é apressar o fim da reprise de "Carrossel" (que está sendo um fiasco de audiência) e estrear no máximo em março a série mexicana "A Rosa de Guadalupe", que Silvio deve rebatizar para "Milagres da Virgem" ou "Rosa dos Milagres".

Para quem acha que seria um exagero "As Aventuras de Poliana" ter 500 capítulos, "Milagres da Virgem" --mais uma produção mexicana dedicada ao público católico-- já está no ar há mais de dez anos no México e conta com mais de 1.090 capítulos no momento.

A previsão de estreia no SBT é no dia 11 de março, justamente no lugar de "Carrossel". Diferentemente de uma novela, "Milagres da Virgem" traz todos os dias uma nova história. Ela está no momento em fase final de dublagem.

Enquanto isso, "Carrossel" está sendo reeditada a toque de caixa, numa média de 5 capítulos por dia.

Fontes do SBT afirmam que o telespectador não precisa ficar preocupado com que a emissora passe os 1.000 episódios da futura série mexicana. Garantem que o interesse de Silvio nesse tipo de produto desparece tão rapidamente como surge.

Veja também:

Após anos, SBT muda tática e fará "pacote de estreias" em março

Colunista Ricardo Feltrin no TwitterFacebook e site Ooops