Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


No 1º mês de Bolsonaro, TV Brasil tem maior ibope da história

Fabrice COFFRINI / AFP
Presidente Jair Bolsonaro (no Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça) Imagem: Fabrice COFFRINI / AFP
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

10/02/2019 07h02

São apenas 0,41 ponto, mas cheio de simbolismo. No primeiro mês do governo Jair Bolsonaro (PSL), a emissora pública mais criticada pelo presidente e seu círculo, ameaçada de fechamento durante a campanha eleitoral, teve seu recorde histórico de audiência.

Parece pouco mas em termos de números, a TV Brasil encostou na veterana TV Cultura (0,44 ponto), deu mais que canais como SporTV  e Cartoon e ficou como a 7ª emissora mais assistida do país (veja o top 10 abaixo).

Foi seu maior público desde que foi criada, cerca de uma década atrás.

Leia mais

Tiramos a TV Brasil do traço abissal, diz superintendente demitido

TV Brasil deve economizar mais de R$ 42 milhões anuais com PDV

Cada ponto equivale a cerca de 254.8 mil domicílios medidos nas 15 maiores regiões metropolitanas do país, acompanhadas pela Kantar Ibope Media. Cada domicílio é calculado com cerca de 3,3 habitantes.

O horário dessa medição é calculado das 7h à 0h --o chamado horário comercial da TV. Essa medição inclui na média tanto canais fechados como abertos.

A ameaça de fechamento da "TV Lula", conforme esta coluna informou esta semana, já foi descartada pelo governo federal. 

A TV Brasil deve sofrer um processo de fusão com outro canal federal, a NBR. Também já foram anunciadas "mudanças" não específicas na programação em um comunicado obtido com exclusividade pela coluna.

Janeiro foi o último mês da TV Brasil sob a superintendência de Caíque Novis, cuja cabeça foi pedida na semana passada por um alto escalão do governo. Novis foi indicado por Laerte Rimoli, ainda no governo Temer.

Veja abaixo os 10 maiores ibopes de canais abertos e fechados no país
Em pontos e share (%)

 1º Globo - 14,63 pontos e 33,79% 

 2º Record - 7,06 pontos e 16,31%

 3º SBT - 6,31 pontos e 14,56%

 4º Band - 1,50 ponto e 3,46%

 5º RedeTV - 0,66 e 1,53%

 6º - TV Cultura - 0,44 e 1,03%

 7º - TV Brasil - 0,41 e 0,94%

 8º - SporTV - 0,40 e 0,92%

 9º - Cartoon Network - 0,40 e 0,92%

10º - Discovery Kids - 0,37 e 0,84%

Colunista Ricardo Feltrin no TwitterFacebook e site Ooops