Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Programa culinário da Record tem dobro do público do "MasterChef"

Emmanuel Bassoleil, Felipe Bronze e a crítica de gastronomia Ailin Aleixo no reality "Top Chef", da Record - Antonio Chahestian/Record
Emmanuel Bassoleil, Felipe Bronze e a crítica de gastronomia Ailin Aleixo no reality "Top Chef", da Record Imagem: Antonio Chahestian/Record
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/05/2019 06h03

Na guerra das caçarolas, a Record vai levando grande vantagem. Acusado de ser "inspirado" no "MasterChef", o "Top Chef" deixa o concorrente muito para trás.

Dados de audiência comparativos, obtidos pela coluna, mostram que o "Top Chef", competição gastronômica exibida pela Record (nascida nos EUA em 2006) tem em média 11% de share na Grande São Paulo. Ou seja, de cada 100 aparelhos de TV ligados na região, 11 estão sintonizando a Record.

Do outro lado, na Band, o "MasterChef" --criado em 1990, no Reino Unido--, agora exibido aos domingos, tem até o momento apenas metade disso: 5% (5 em cada 100 aparelhos de TV).

O "Top Chef" também tem grande diferença em pontos: média de 5,9 contra 3,5 pontos da atração da Band.

Pior que isso é que, desde que estreou aos domingos, o "MasterChef" (licenciado pela Endemol) tem amargado a quinta posição em audiência, ficando atrás de Globo (19,2 pontos), Record (11,3 pontos), SBT (10,6 pontos) e RedeTV (6,6 pontos).

Todas essas são médias desde a estreia do reality da Band, em levantamento exclusivo obtido pela coluna a partir de dados da Kantar Ibope.

Já o "Top Chef" (NBC Universal), exibido às quartas, tem ficado em terceiro lugar com 5,9 pontos --atrás de Globo (18,8 pontos) e SBT (8,6 pontos)

Por essa medição em SP cada ponto equivale a cerca de 73 mil domicílios sintonizados.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops