Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Vice-campeão do "Popstar" estreia como roteirista e diretor aos 23 anos

João Cortês, vice-campeão do "Popstar", da Globo, estreia como roteirista e diretor de cinema  - Jonathan Wolpert/Divulgação
João Cortês, vice-campeão do "Popstar", da Globo, estreia como roteirista e diretor de cinema Imagem: Jonathan Wolpert/Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

05/05/2019 06h12

O carioca João Cortês tem apenas 23 anos, mas já pode ser considerado um fenômeno. Vice-campeão no ano passado da segunda edição do "Popstar", da Globo, ele já tem no currículo dezenas de trabalhos como ator em publicidade, na TV e no cinema.

Só nos últimos 18 meses participou como ator ou dublador em ao menos seis longas-metragens.

Na TV, poderá ser visto em breve em "Carcereiros"; também gravou participação na série norte-americana "O Hóspede Americano", da HBO.

Querem mais? Bem, ele acaba de gravar seu primeiro disco solo e dubla um dos personagens da animação "Ugly Dolls", que estreia no próximo dia 16 nos cinemas.

Como se todo esse currículo não bastassem João acaba de terminar seu primeiro longa como roteirista e diretor.

"Nas Mãos de Quem Me Leva" é um filme que conta a história de uma garota que fica órfã e é obrigada a ir morar com a avó, com quem não se dá nada bem.

Amora vai acabar se apaixonando por um homem mais velho, e esse amor vai levá-la à compreensão que, apesar das tragédias pessoais, ela ainda tem o poder de direcionar seu próprio destino.

O filme, que João diz ter como referências séries como "This is Us" e longas como "Juno", trata de adversidade, superação e tem no elenco atrizes como Neusa Maria Faro ("Eta Mundo Bom" e "Verdades Secretas", da Globo, e Fernanda Marques ("A Fórmula").

O filme está em fase de pós-produção e deve estrear no primeiro semestre de 2020.

Mas, até lá, o prodígio João já terá arrumado outras coisas para fazer.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops